Sergipe

13/06/2018 às 19h07

Aeroporto de Aracaju será privatizado

Redação Portal A8

O aeroporto de Aracaju será desestatizado no primeiro trimestre de 2019. A informação foi divulgada pelo Governo Federal que apontou o cronograma para as concessões de 13 aeroportos, referentes aos blocos das regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste. 

Na lista revelada, além de Aracaju, estão os aeroportos de Maceió (AL), Bayeux (PB), Juazeiro do Norte (BA), Campina Grande (PB), Recife (PE), Várzea Grande (MT), Rondonópolis (MT), Sinop (MT), Alta Floresta (MT), Barra do Garças (MT), Vitória (ES) e Macaé (RJ). 

De acordo com o que foi divulgado, os aeroportos serão separados em três blocos, conforme a região que pertencem e os contratos vão valer por 30 anos. 

Segundo o cronograma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a consulta pública termina no dia 13 de julho, o edital será lançado em setembro, leilão será na primeira quinzena de dezembro e a contratação das concessionárias ocorrerá no primeiro trimestre de 2019. 

Com as concessões, o governo espera arrecadar, até o fim dos contratos, R$ 4,2 bilhões. O valor do ágio vai variar por blocos: 

Bloco Nordeste

Outorga inicial: R$ 360,4 milhões.

Outorga Variável (pagamento anual): 16,5% no faturamento bruto dos aeroportos. Previsão de arrecadação de R$ 3,1 bilhões ao final dos 30 anos. 

Bloco Centro-Oeste

Outorga inicial: R$ 10,4 milhões.

Outorga Variável: 2,1% no faturamento bruto dos aeroportos. Previsão de arrecadação de R$ 94,6 milhões ao final dos 30 anos. 

Bloco Sudeste

Outorga inicial: R$ 66,8 milhões

Outorga Variável: 12,4% no faturamento bruto dos aeroportos. Previsão de R$ 622,8 milhões ao longo dos 30 anos.