Sergipe

03/05/2018 às 10h01

Um policial civil e dois militares foram presos por exigir dinheiro indevido no Mercado

Redação Portal A8

Foto: Reprodução TV Atalaia
A confusão aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (02), quando pessoas que trabalham com jogo do bicho denunciaram abordagem por um grupo de homens que se apresentavam como policiais e acabavam tomando o dinheiro dessas pessoas.

Os homens que estariam extorquindo trabalhadores autônomos no mercado municipal Maria Virgínia Leite Franco, antigo Mercado Albano Franco, foram colocados em viaturas da polícia militar e conduzidos à delegacia.

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública confirmou que foi feito um procedimento de prisão em flagrante de dois policiais militares e um policial civil em decorrência do crime de concussão (típico de servidor público que exige valor indevido para terceiros).

Os três foram presos e a Corregedoria da Polícia Civil foi acionada. Na diligência, os agentes da Corregedoria conduziram os policiais até a sede da Corregedoria da Polícia Civil, onde foi feito o flagrante pelo crime de concussão.

Os três policiais prestaram depoimento à polícia e pelo menos uma dezena de testemunhas também prestaram esclarecimentos aos delegados e escrivães de polícia desde o final da manhã até a tarde desta quarta-feira na Corregedoria da Polícia Civil.

Os militares foram encaminhados ao Presídio Militar, enquanto o policial civil está em uma Delegacia da capital e ficam à disposição do Poder Judiciário.

A Delegacia Geral da Polícia Civil repudia o comportamento do policial e salienta que a Corregedoria já se posicionou, em um anterior procedimento disciplinar, pela exclusão deste servidor dos seus quadros, cujo processo já está à disposição do Poder Judiciário e do Poder Executivo, que decidem sobre a expulsão ou não do servidor público.  A Corregedoria Geral da Polícia Militar foi acionada e, representada por um oficial da PM, também acompanha o caso a fim de tomar as medidas necessárias.