Sergipe

10/04/2018 às 07h29

Prefeitura decreta luto oficial de três dias pelo assassinato do GM Paulo Sérgio

Assessoria PMA

Foto: Marco Vieira
A Prefeitura de Aracaju decretou luto oficial de três dias pela morte do guarda municipal Paulo Sérgio de Oliveira,49, assassinado na manhã do último domingo, 8, no Mercado Municipal Maria Virgínia Leite Franco, localizado no Centro da cidade. Dos três suspeitos envolvidos, dois foram presos e um morreu em confronto com a Polícia Militar, durante as buscas iniciadas após o crime. A agilidade da captura dos suspeitos se deu não só pela competência das equipes, mas também por conta da ação integrada entre a Guarda Municipal de Aracaju (GMA), Polícia Militar (PM-SE), Polícia Civil e Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT).

O prefeito Edvaldo Nogueira, que logo após a ocorrência pediu a intensificação das investigações para a captura dos suspeitos, acompanhou de perto o andamento do caso. “Fiquei acompanhando durante o dia inteiro a ação da Guarda Municipal, da Polícia Militar, da Polícia Civil e da Superintendência Municipal de Transporte e Transito, e fiquei muito satisfeito com a pronta ação da Prefeitura e desses outros órgãos que, através desta ação conjunta, possibilitou a captura dos bandidos. Essa é uma demonstração de que estamos trabalhando conjuntamente para garantir a segurança do cidadão e, em casos de delitos como esse, terá uma resposta imediata da Prefeitura de Aracaju”, enfatizou o gestor.

 

Solidariedade

Paulo Sérgio Oliveira foi um dos fundadores da GMA e prestava serviços à população há 26 anos. O assassinato gerou comoção local e a indignação do prefeito, que prestou toda a solidariedade à família do guardião e compareceu ao enterro nesta segunda-feira, 9, no cemitério São João Batista. "Reafirmo a minha tristeza e respeito ao guarda municipal e a nossa solidariedade à família, decretando luto oficial de três dias no município de Aracaju, para dar uma demonstração clara de que toda a sociedade foi atingida e nós não podemos compactuar com esse tipo de violência”, afirmou o prefeito. 

Edvaldo destacou, ainda, a importância do planejamento existente para que mais ações conjuntas reforcem a segurança do município de Aracaju. “Desde o começo do ano estamos trabalhando na intensificação dessas parcerias. Na semana passada tive uma reunião com o secretário estadual da Segurança Pública, João Eloy, o comandante da Polícia Militar, Marcony Cabral, o secretário municipal da Defesa Social, coronel Luis Fernando Almeida, e o comandante da Guarda Municipal de Aracaju (GMA), Fernando Mendonça. Estamos trabalhando em um projeto de segurança para a cidade e vamos combater o crime organizado de maneira muito efetiva”, destacou.  

Com a prisão dos suspeitos, cabe agora à Polícia Civil encerrar as investigações, lotadas na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O sucesso na captura dos criminosos é consequência do trabalho conjunto entre os órgãos municipais e estaduais, que agiram de maneira coordenada e rápida na resolução do caso.

 


Fonte: Assessoria PMA