Sergipe

06/04/2018 às 10h54

Despedida do capitão Oliveira foi de muitas homenagens e emoção em Porto da Folha

Redação Portal A8

Foto: Aline Aragão
O cortejo fúnebre chegou à cidade de Porto da Folha, por volta das 9h30 da manhã desta sexta-feira (05). Foi sob aplausos de moradores, estudantes, amigos de farda e autoridades que o corpo chegou ao Estádio de Esportes Eloy Lima em Porto da Folha, durante todo o percurso os admiradores, pessoas comuns estavam juntas para se despedir.  

A missa foi celebrada pelo padre Juarez, capelão da PM e ao final da celebração o capitão Manoel Oliveira foi homenageado pelos colegas da turma de aspirantes de polícia militar de Alagoas. Um dos momentos mais emocionantes foi quando os colegas da Caatinga, aos prantos, fizeram a oração ensinada pelo comandante.

Policiais do estado da Bahia e Alagoas também compareceram no sepultamento. O choro e a emoção tomaram conta dos companheiros de farda da Caatinga durante a despedida, a tribo Xocó, qual o capitão Oliveira era descendente, o Quilombo Mucambo e autoridades fizeram as últimas homenagens que emocionaram todos que estavam no estádio, lotado.

Por volta das 11h20 o caixão foi levado para o sepultamento no cemitério da cidade.  

O comandante do pelotão da Caatinga foi executado na última quarta-feira (04), em uma emboscada. A polícia continua as investigações que estão sob comando do delegado Dernival Eloi, do COPE.