Sergipe

22/12/2017 às 14h08

Retrato falado do suspeito de envolvimento no assassinato do líder do SOS Emprego é divulgado

Com informações da SSP/SE

Nesta sexta-feira, 22, o Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de Sergipe divulgou imagens do momento da fuga de dois homens que estavam em uma moto e o retrato falado de um dos suspeitos de assassinar o líder sindical do movimento SOS Emprego, Clodoaldo Santos Melo, de 40 anos. 

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), um dos homens que fugiram de moto teria efetuado os disparos no líder sindical e o retrato falado é de um indivíduo que teria chamado o líder sindical com o intuito de entregar um currículo. A polícia acredita que isso pode ter sido uma ação para chamar Clodoaldo que, na sequência, foi alvejado com disparos nas costas e na cabeça. 

"Desde o dia do assassinato que o DHPP tem intimado testemunhas para prestar depoimento, bem como a busca por imagens do momento do crime. Adquirimos uma imagem de uma motocicleta com dois indivíduos entrando na rua da vítima instantes antes do crime. O retrato falado é de um rapaz que, pouco antes do crime, teria ido à procura de Clodoaldo para entregar um currículo. Em seguida, apareceu o executor, dizendo que também queria entregar um currículo e quando Clodoaldo se apresentou, ele atirou e fugiu em direção à motocicleta, na qual um comparsa o aguardava e se evadiram do local no sentido Barra dos Coqueiros. Essa divulgação serve para nos ajudar na resolução. Para denunciar, basta ligar no 181 e colaborar com a elucidação do crime. A sua identificação será preservada, resguardada. É um processo super sigiloso", explicou a delegada do DHPP, Thereza Simony. 

O vídeo que mostra o momento da fuga dos dois homens em uma moto está disponível no site da SSP. Caso alguém reconheça o rosto retratado, informações podem ser repassadas à Polícia através do número 181, que é Disque Denúncia da SSP, ligando para o 190, número do Centro Integrado de Operações em Segurança (Ciosp)  e pelo aplicativo da Secretaria de Estado da Segurança Pública disponibilizado na internet

Relembre o caso

No dia 14 deste mês, o líder sindical do movimento SOS Emprego, Clodoaldo Santos Melo, foi assassinado a tiros em casa no Povoado Capuã, na Barra dos Coqueiros. 

O fato aconteceu quando dois homens em uma moto bateram na porta da casa de Clodoaldo, afirmando que queriam entregar currículos. O líder do movimento atendeu os rapazes e virou para entrar em casa, quando foi atingido nas costas e na cabeça por vários disparos de arma de fogo.

O Movimento SOS Emprego luta em prol da contratação de mão de obra local. Com a construção da Usina Termoelétrica na Barra dos Coqueiros, o movimento se destacou por reivindicar a contratação de profissionais sergipanos.

 

 


Fonte: Com informações da SSP/SE