Sergipe

19/12/2017 às 14h03

Ex-deputado estadual e servidor são condenados por improbidade administrativa

Com informações do MPE

O Poder Judiciário Sergipano condenou o ex-deputado estadual e atual prefeito de Lagarto, José Valmir Monteiro, e o servidor José Joaquim Santana de Souza por improbidade administrativa. A condenação atendeu aos pedidos do Ministério Público de Sergipe, que afirma que os citados usaram dinheiro público para proveito próprio.

De acordo com o MP, José Joaquim foi indicado por Valmir Monteiro para ocupar cargo em comissão de Adjunto de Gabinete III, da Assembleia Legislativa, com a remuneração de R$ 500,00. O homem serviu formalmente no gabinete durante o período de 1º de abril de 2002 a 1º de fevereiro de 2003, época em que Valmir era deputado estadual. José Joaquim ainda ocupava o cargo de Diretor de Articulação no Governo do Estado, por indicação do atual prefeito de Lagarto, e era remunerado com R$ 1.600,00. 

Segundo depoimento prestado ao Juízo da 1ª Vara Cível da Comarca de Lagarto, uma das remuneração era utilizada para o pagar prestações mensais do veículo Fiat Uno, ano 2001, modelo Smart, cor azul, pertencente ao então deputado estadual. A outra remuneração, no valor de R$ 1.600,00, era era devolvida a Valmir, que utilizou-a para adquirir um automóvel e para fins particulares. Estas condutas configuram ato de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito.

 

 


Fonte: Com informações do MPE