Sergipe

05/10/2017 às 09h24

Delegada Daniele Garcia é afastada da Deotap

Redação Portal A8

Nessa quarta-feira (04) a delegada Daniele Garcia foi exonerada da coordenação do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), também deixa o Departamento o delegado Gabriel Nogueira. A decisão gerou polêmica em torno da Secretária de Segurança Pública (SSP), que só vai se pronunciar após a decisão ser publicada no Diário Oficial.

Em sua trajetória à frente do Deotap, Daniele Garcia, coordenou operações importantes e de repercussão em todo estado. No ano de 2014, iniciou a operação que investigou irregularidades no repasse e na aplicação de verbas de subvenção social, recebida pelos deputados da Assembleia Legislativa.

A Câmara de Vereadores também foi foco da delegada, que no início de 2016 iniciou a “Operação Indenizar-se”, investigando crimes de sonegação fiscal, peculato e lavagem de dinheiro. A operação investigou irregularidades nos contratos de locação de veículos e nas verbas indenizatórias, um desvio de aproximadamente R$ 7 milhões.

Já na “Operação Venal”, as investigações do Deotap apuraram fraudes no pagamento do Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU). Na ocasião,quatro empresários, dois intermediadores e um funcionário público comissionado da Prefeitura de Aracaju. Neste ano, Daniele esteve à frente da “Operação Babel”, que investiga possíveis irregularidades nos contratos referentes a coleta de lixo na capital sergipana.

Até o momento não se sabe quem irá ocupar a coordenação do Deotap e também não foi informado em quais delegacias os delegados Daniele Garcia e Gabriel Nogueira irão atuar.