Sergipe

02/10/2017 às 12h16

Morte de policial civil: depoimento de nova testemunha diverge com informações prestadas por PM

Redação Portal A8

Na manhã desta segunda-feira (02), o delegado Kássio Viana, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ouviu mais uma testemunha do crime que vitimou o policial civil Wilson Oliveira dos Santos, 51 anos. No dia de hoje foi ouvido o proprietário do estabelecimento onde ocorreu a briga entre os policiais.

De acordo com o delegado, houve divergências entre o depoimento da nova testemunha e do Policial Militar, autor dos disparos. Ainda segundo o delegado, agora serão avaliadas as imagens das câmeras de segurança da região para dar prosseguimento as investigações.

Relembre o caso

O crime aconteceu na noite da última sexta-feira (29), em um bar próximo à praça Fausto Cardo, Centro. Houve uma briga entre os dois policiais, que segundo a polícia, aconteceu por conta de uma mulher.

O policial civil foi morto com um tiro na cabeça e ainda segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), um não sabia da condição do outro de policial. Somente após o crime que o PM soube se tratar de um policial civil. Ele permaneceu no local e foi conduzido para a Delegacia Plantonista, a fim de prestar as primeiras informações sobre o ocorrido. Em seguida, foi encaminhado ao Presídio Militar (Presmil).