Sergipe

27/09/2017 às 09h11

Cinco pessoas são presas por policiais civis em Nossa Senhora das Dores

SSP/SE

Policiais civis lotados no município de Nossa Senhora das Dores realizaram ao longo dessa terça-feira (26) cinco prisões no município. Um mandado de prisão preventiva pelo crime de roubo foi cumprido pelos agentes, além de mais dois suspeitos presos em flagrante por tráfico de drogas.

Em uma das operações, deflagrada na tarde dessa terça-feira (26) os policiais civis cumpriram mandado de prisão preventiva e prenderam Maxsuel Batista Silva, suspeito de cometer roubos naquela cidade. Durante a abordagem, Maxsuel estava em posse de um dos aparelhos celulares roubados, o qual já foi devolvido à vítima.

Durante a prisão, “Pindeba”, como também é conhecido, mencionou ter sido autor de um homicídio no bairro Lamarão, zona Norte da Capital. Crime este, que está sendo investigado pela 3ª Divisão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Outras prisões

Já a segunda operação realizada pela PC em Nossa Senhora das Dores ocorreu na manhã desta terça-feira, 26, e resultou nas prisões de Jeferson Moura Albuquerque, conhecido como "Cheng" e de Ronald Guedes Muniz, vulgo "Cafunga". A dupla é acusada de tráfico de drogas.

A Polícia chegou até a dupla após diversas denúncias anônimas que apontavam o local que estaria sendo usado para o tráfico de entorpercentes na cidade. Os agentes se deslocaram até a região indicada pelas informações e chegaram até a residência de Jeferson Moura. No local, foi realizado o procedimento de busca e os policiais encontraram 27 trouxinhas de maconhas, prontas para a venda, além de de duas toucas ninjas.

Mediante os fatos, os homens foram levados à delegacia e durante o depoimento ao delegado, Jeferson Moura confessou a prática do tráfico e informou que Ronald era o fornecedor dos entorpecentes. A dupla foi presa em flagrante e levada à Delegacia Regional de Nossa Senhora das Dores.

A Polícia Civil reitera a importância da participação da população, por meio de informações e denúncias, através do Disque Denúncia, 181. 


Fonte: SSP/SE