Sergipe

26/09/2017 às 10h00

Núcleo de Produção Digital recebe R$ 250 mil equipamentos e inicia nova fase de reestruturação

PMA

Foto: PMA
O Núcleo de Produção Digital (NDP) dá mais um passo importante a caminho da sua reestruturação. Nesta terça-feira, 26, os novos equipamentos de última geração chegam a Aracaju. A aquisição do material é fruto de um convênio com o Ministério da Cultura, em um investimento de mais de R$250 mil.

De acordo com a coordenadora do NPD, Ana Carolina Westrup, entrega dos equipamentos foi feita pelo atual secretário do Audiovisual do Ministério da Cultura, João Batista, no Centro Técnico do Audiovisual, no Rio de Janeiro, na última sexta-feira, 22. A chegada deles ao Núcleo é um divisor de águas para ação no Núcleo, que vive um novo momento de desenvolvimento com a atual gestão municipal.

“Desde janeiro a gente começou o diálogo com o Ministério da Cultura para tentar reconstruir o NPD a partir dos seus equipamentos. O Núcleo de Produção Digital é um espaço de formação do audiovisual. mas não estava sendo por conta dos equipamentos totalmente sucateados. A gente estava com equipamentos saindo de 2006, com condições bem ruins. Agora, para além dos projetos que a gente está fazendo de formação de público, a gente vai entrar na formação por conta desses equipamentos estarem aqui”, afirmou.

Entre os equipamentos, estão câmera 4K, que permite captação de imagens com uma das melhores resoluções atualmente, kit de suporte para filtros e bloqueio de luz, kit de três filtros 4K, mesa digitalizadora com caneta profissional, câmera DSLR (corpo e lente) e monitor 4K 28 polegadas.

Segundo a coordenadora do NPD, a instalação desses equipamentos deve durar em média 15 dias, tempo necessário para organizar todo o Centro Cultural, já que a ideia é ter uma sala específica do audiovisual. Também estão sendo firmadas parcerias com a Fundat e Funcaju para a realização de cursos de capacitação para que as pessoas aprendam a manejar os novos equipamentos.

“Estamos organizando a questão da infraestrutura desses equipamentos, já pensando nos cursos para poder fazer com que os idealizadores possam manejar os equipamentos de ponta que estão chegando”, explicou Ana Carolina Westrup.

Ainda segundo a coordenadora do NPD, até o final do ano está previsto um novo encontro com os representantes do Ministério da Cultura que pode render bons frutos para Aracaju. “Parece que teremos boas novas e isso é um desejo nosso e da atual gestão, que implantou o Núcleo de Produção Digital em 2006 aqui em Aracaju. Agora o NPD vai voltar com toda força, todo gás, para que a gente possa ver Aracaju retratada nas telinhas do audiovisual”, destacou.

 

Sobre o NPD

Inaugurado em 2006, ainda na primeira gestão de Edvaldo Nogueira, o núcleo, que é um dos grandes expoentes do audiovisual do estado, permaneceu esquecido nos últimos quatro anos e, somente agora, está retomando os anseios para os quais foi idealizado. Dessa forma, graças a uma parceria com o Ministério da Cultura, foi possível angariar o investimento em equipamentos.

Criado por meio do programa federal Rede Olhar Brasil, além de fomentar a produção independente de Sergipe, o Núcleo de Produção Digital foi instituído para capacitar novos realizadores para o audiovisual, requalificar os que já estavam no mercado e promover a inclusão digital de jovens. Com o investimento conquistado, agora, voltará a seguir o rumo ao qual foi destinado.

 


Fonte: PMA