Sergipe

18/09/2017 às 16h23

Edvaldo esclarece a empresários revogação de 30% do IPTU

Com informações da PMA

Aberto ao diálogo e reafirmando o seu compromisso com o princípio da gestão transparente, o prefeito Edvaldo Nogueira recebeu, nesta segunda-feira, 18, em seu gabinete, representantes do empresariado sergipano, para prestar esclarecimentos sobre o projeto de lei, enviado por ele à Câmara de Vereadores de Aracaju, que revoga o aumento anual de 30% do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), além de conceder um desconto de 15% no valor venal de todos os imóveis da cidade e estabelecer uma legislação que normatiza a correção do valor do tributo.

“Mostrei aos empresários que o projeto que enviamos à Câmara cumpre aquilo que eu me comprometi com todos os aracajuanos, que é a revogação do aumento anual de 30% do IPTU, que ocorreria até 2022. E que, além disso, o projeto ainda estabelece um desconto de 15%, que é uma diminuição extraordinária, justamente para reduzir a exorbitância dos aumentos anteriores aplicados pela gestão passada. O nosso projeto faz justiça fiscal, com equidade, com a revogação da lei anterior e com a diminuição do valor venal dos imóveis. Os aracajuanos podem confiar naquilo que estamos fazendo. Ao receber o seu boleto do IPTU, no início do próximo ano, eles verão o cumprimento da minha promessa”, afirmou o prefeito.

Edvaldo apresentou aos empresários como se deu o processo de construção do projeto, elaborado a partir de um estudo aprofundado desenvolvido por um conjunto de técnicos da Secretaria Municipal da Fazenda. Ele também se colocou à disposição dos empresários e de suas entidades representativas para novas reuniões para discutir projetos de interesse da cidade. O prefeito reforçou a importância do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, instalado na última sexta-feira, com a participação de diversos segmentos da sociedade.

“Minha história é marcada pelo diálogo. Nesta gestão, não tem sido diferente. Hoje, recebi este grupo de empresários, que solicitou esta reunião para discutir o projeto relacionado ao IPTU. Instalamos na semana passada o Conselho de Desenvolvimento. Tenho recebido sindicatos, empresários, representantes das mais variadas instituições e entidades, porque acredito que só conseguiremos fazer uma grande gestão na prefeitura se o fizermos em conjunto, com a colaboração de todos”, reiterou.

A coordenadora do Fórum Empresarial de Sergipe, Susana Nascimento, considerou a reunião com o prefeito “bastante positiva”. “A gente precisava ter essa interlocução com o prefeito, para poder entender a condição que a Prefeitura se colocou para poder fazer com que a cobrança do IPTU não fosse tão impactante para o cidadão”, disse.

O presidente da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL), Breno Barreto, externou sua preocupação com o tema, mas pontuou que o gestor municipal prestou esclarecimentos na reunião. “A gente fica muito preocupado quando se fala em IPTU, mas tiramos nossas dúvidas e agora iremos aguardar a influência do desconto nos próximos carnês do imposto”, frisou ele, que elogiou ainda a disposição do prefeito para o diálogo com o setor empresarial.

Participaram ainda da reunião o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Jorge Santana, o presidente da Associação Comercial de Sergipe, Marcos Pinheiro, e o superintendente da Federação do Comércio, Maurício Gonçalves.


Fonte: Com informações da PMA