Sergipe

29/11/2016 às 07h19

Jogador sergipano está entre os 76 passageiros do acidente com avião que transportava o Chapecoense

Com informações do R7

Foto: Defesa Civil
O sergipano Willian Thiego de Jesus de 30 anos, mais conhecido como Thiego é natural de Aracaju, atuava como zagueiro do Chapecoense e estava no avião que caiu nesta terça-feira (29) em Medellin, na Colômbia, 1h15, no horário de Brasília. Segundo o presidente do Sergipe, Silvio Santos, o jogador se destacou em 2005 no Sergipe e depois seguiu outros times, chegando no auge da sua carreira este ano de 2016, ele vinha se destacando nas finais da copa Sul Americana.

A família que mora em Aracaju recebeu a confirmação da morte do Thiego, por volta das 7h da manhã, todos assustados com a notícia. O Sergipe emitiu uma nota de solidariedade do Chapecoense.   

“O Sergipe, com uma profunda e imensurável tristeza, lamenta o acidente da Chapecoense, e torna público a solidariedade em um momento dificílimo da história do futebol brasileiro. As notícias dão conta de que os sobreviventes são poucos e entramos em uma corrente de oração para que mais sejam encontrados. Nos unimos em orações por todos os atletas como também pelo zagueiro Thiego, que foi revelado em nosso clube.”

 O acidente

O sergipano Willian Thiego de Jesus de 30 anos, mais conhecido como Thiego é natural de Aracaju, atuava como zagueiro do Chapecoense e estava no avião que caiu nesta terça-feira (29) em Medellin, na Colômbia 1h15, no horário de Brasília. Segundo o presidente do Sergipe, Silvio Santos, o jogador se destacou em 2005 no Sergipe e depois seguiu outros times, chegando no auge da sua carreira este ano de 2016 e vinha se destacando nas finais da copa Sul Americana.

A família que mora em Aracaju recebeu a confirmação da morte do Thiego, por volta das 7h da manhã, todos assustados com a notícia. O Sergipe emitiu uma nota de solidariedade do Chapecoense.   

“O Sergipe, com uma profunda e imensurável tristeza, lamenta o acidente da Chapecoense, e torna público a solidariedade em um momento dificílimo da história do futebol brasileiro. As notícias dão conta de que os sobreviventes são poucos e entramos em uma corrente de oração para que mais sejam encontrados. Nos unimos em orações por todos os atletas como também pelo zagueiro Thiego, que foi revelado em nosso clube.”

 O acidente

queda do avião da Chapecoense nesta terça-feira (29) em Medellin, na Colômbia, deixou 76 pessoas mortas e cinco feridas, de acordo com informações da Agência Reuters. As informações são preliminares e foram repassadas pela polícia colombiana. 

O comandante da Polícia Nacional da Colômbia na região, Jose Gerardo Acevedo, informou que "seis pessoas foram resgatadas com vida, mas infelizmente uma morreu".

O avião em que embarcou a delegação da Chapecoense com destino à Colômbia fez um pouso forçado na região de Antioquia, naquele país, na madrugada. Segundo controladores de voo colombianos, a causa do acidente seria uma série de problemas elétricos.

A delegação da equipe estava a caminho do aeroporto José Maria Córdova, em Medellín, onde a equipe catarinense enfrentaria o Atlético Nacional pela final da Copa Sul-Americana deste ano.

A aeronave partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, sob o número de identificação CP2933. A equipe fez escala no país depois de ter deixado São Paulo por volta das 15h35, horário local.

O avião transportava 81 passageiros, sendo 48 membros da Chapecoense, 21 jornalistas, três convidados, além de nove tripulantes.

A conta oficial do Aeroporto José María Córdova no Twitter confirmou um chamado de emergência do avião que decolou de São Paulo e informou que a operação de resgate está sendo realizada apenas por terra devido as condições climáticas no local.

Segundo informações da rádio Caracol, sobreviventes já estão sendo retirados do local do acidente e levados para o hospital de La Ceja, a cerca de uma hora de Medellín.

Entre os nomes confirmados de sobreviventes, os primeiros foram o defensor Alan Ruschel, o goleiro titular Danilo e o goleiro reserva Jackson.

Através da conta oficial do torneio no Twitter, a Conmebol confirmou que a partida de ida da final do torneio está adiada indefinidamente.


Fonte: Com informações do R7