Sergipe

13/10/2015 às 11h53

Adolescente é agredida em saída de show por supostos policiais

Redação Portal A8

Um caso de agressão envolvendo supostos policiais foi denunciado por Rosivânia da Costa, mãe de uma adolescente de 17 anos, que foi agredida na saída de um show no Mosqueiro, no último domingo (11). A mulher foi na manhã de hoje (13) juntamente com a jovem para realizar o exame de corpo de delito.

De acordo com Rosivânia, na saída do evento houve arrombamento de cinco veículos e a filha com um grupo de amigos foram confundidos com os criminosos. “Como teve a confusão depois dos assaltos, minha filha correu junto com o meu sobrinho, a namorada dele e um amigo. Foi quando os policiais prenderam eles e agrediram, pensando que eram culpados”.

A mulher não soube confirmar se seriam policiais civis ou militares, e informou que a filha, que é menor, foi algemada e levada para Delegacia Plantonista. “Os policiais civis bateram neles, deram dois tapas na cara da minha filha, algemaram um amigo, colocaram a arma na cara do meu sobrinho. Levaram minha filha para plantonista, algemaram ela, uma menor de 17 anos. E eu como mãe não pude acompanhar ela”, reclamou dona Rosivânia que destacou. “Quero que sejam tomadas providências, pois do mesmo jeito que fizeram com minha filha, podem fazer com outra pessoa”.

O caso já foi levado à Secretaria de Segurança Pública (SSP). Segundo o assessor, Renato Nogueira, Rosivânia procurou a SSP, que está apurando as informações. “Foi prestado o boletim de ocorrência e a partir dessa queixa é que a SSP vai começar a apurar e identificar os autores das agressões, inclusive se realmente se tratam de policiais militares ou civis. Se forem policiais a corregedoria irá investigar e iniciar com os procedimentos cabíveis”, concluiu o assessor.