Sergipe

19/08/2015 às 13h28

TCE detecta irregularidades nas prefeituras de Muribeca e Poço Redondo

Redação Portal A8

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), Ulices Andrade e Susana Azevedo, votaram como irregulares períodos auditados pelo tribunal em 2009 das prefeituras de Poço Redondo e Muribeca, respectivamente. As decisões ocorreram na sessão da Segunda Câmara desta quarta-feira (19), quando foram julgados sete processos, sob a presidência de Ulices e que contou ainda com as presenças da conselheira Susana Azevedo, conselheiro substituto Francisco Evanildo de Carvalho e o procurador Eduardo Rollemberg Côrtes.

Foto: TCE

 

Ulices Andrade votou, baseado no relatório de inspeção do TCE, pela irregularidade na Prefeitura de Poço Redondo no período auditado de 1º de janeiro de 2009 a 30 de setembro de 2009, de interesse de Enoque Salvador de Melo, aplicando glosa no valor de R$ 18.727,12, multa de 10% sobre esse valor e multa de R$ 2 mil.

 

E Susana Azevedo decidiu, após analisar o relatório de inspeção do TCE, pela irregularidade na Prefeitura de Muribeca, no período auditado de janeiro a dezembro de 2009, de interesse de Sandra Maria da Silva Conserva, aplicando glosa de R$ 4.511,52, multa de 10% sobre esse valor e multa de R$ 4 mil; bem como pela legalidade, com paridade, de aposentadorias por tempo de contribuição de servidores do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Sergipe.