Sergipe

11/08/2015 às 10h48

Alunos reclamam de estrutura precária de escola estadual em Ilha das Flores

Redação Portal A8

Alunos da escola estadual Prof. Antônio Calixto de Figueiredo Cruz, localizada no povoado Serrão, município de Ilha das Flores, reclamam da estrutura precária da unidade educacional.


De acordo com o aluno Guilherme, a escola foi construída há 45 anos e, de lá para cá, nenhuma reforma estrutural foi realizada no prédio. Uma das salas de aula já chegou a ser interditada. “O teto da sala estava para cair e os alunos tiveram que ser tirados de lá. As reformas que tiveram durante esse tempo todo foram mínimas e não foram suficientes”, afirma o estudante.


Segundo Guilherme, os banheiros também estão deteriorados. “As portas estão com buracos, caindo aos pedaços. A escola, na verdade, está em situação de calamidade”, diz.


Outro ponto que incomoda os estudantes é a falta de merendeira. Segundo os alunos, a escola recebe merenda, mas não tem um profissional para cozinhar. “Os alunos estão comendo alimentos que não precisam ser cozidos, como biscoito, leite, pipoca, essas coisas. Na verdade, só lanche, porque comida de panela ninguém come”, conclui Guilherme.

 

Sobre o caso, a assessoria de comunicação da Secretaria da Educação informou que a escola de Ilha das Flores apresenta um cenário comum a outras escolas espalhadas pelo estado. Disse ainda, que a unidade Prof. Antônio Calixto de Figueiredo Cruz está no planejamento de reformas do Estado, mas que as obras estão sendo realizadas aos poucos.  Quanto a falta de merendeira, a assessoria confirma o problema, mas destaca que o Estado está contratando novos profissionais.