Sergipe

09/08/2015 às 12h32

SEED abre Processo Seletivo para Cuidador Escolar

Redação Portal A8

Com o objetivo de dar maior suporte às atividades de apoio aos alunos com deficiência que acarreta dificuldades no autocuidado, no âmbito das Unidades de Ensino da Rede Pública Estadual, o governo do Estado, por meio das Secretarias de Planejamento, Orçamento e Gestão e da Educação, abre novo Processo Seletivo Simplificado (PSS) para vagas de Cuidador Escolar.

 
Estão abertas 80 vagas para serem destinadas as nove Diretorias Regionais de Educação (DREs) e a Diretoria Regional de Aracaju (DEA).
 
Para participar, os interessados devem ter concluído o Ensino Médio, e possuir certificado expedido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, Secretária ou Conselhos Estaduais de Educação.
 
A remuneração será de R$ 800,00 mensais, por uma carga horária de 44 horas semanais, podendo o candidato ser lotado nos turnos matutino, vespertino ou noturno, observada a necessidade da unidade de ensino onde for lotado.
 
Para se inscrever, o candidato deverá acessar o portal da Seplag, onde constam o Edital, a Ficha de Inscrição on-line, os procedimentos necessários à efetivação da inscrição e upload da documentação.
 
A inscrição pela Internet estará disponível ininterruptamente, das 8h do dia 12 de agosto até as 17h do dia 17 de agosto.
 
De acordo com a gerente geral de Recrutamento e Seleção da Seplag, Zélia Apóstolo, o candidato deve ficar atento a escolha da vaga pretendida, pois não será permitida a mudança de cargo e/ou lotação.
 
"Os candidatos poderão ser lotados em qualquer dos municípios que compõem a DER, conforme descrito no Anexo III, atendendo a necessidade do serviço", completa.
 
Atribuições
 
No exercício de suas atividades, cada educador será responsável por até quatro alunos com deficiência. Entre as atividades que serão desempenhadas por esse profissional estão o acompanhamento e auxílio ao aluno com deficiência severamente comprometido no desenvolvimento das atividades rotineiras, cuidando para que ele tenha suas necessidades básicas (fisiológicas e afetivas) satisfeitas, fazendo por esse aluno somente as atividades que ele não consiga fazer de forma autônoma.
 
O cuidador deve ainda atuar como elo entre a pessoa cuidada, a família e a equipe da escola; escutar, estar atento e ser solidário com a pessoa cuidada; auxiliar nos cuidados e hábitos de higiene e necessidades fisiológicas desse aluno; estimular e ajudar na alimentação e na constituição de hábitos alimentares saudáveis; auxiliar na locomoção do aluno; realizar sempre que necessário as mudanças de posição do aluno para maior conforto da pessoa cuidada em sala de aula; e acompanhar o aluno durante as aulas da disciplina Educação Física, recreio e/ou qualquer atividade que se fizer necessário.
 
É papel ainda do cuidador comunicar à equipe da escola sobre quaisquer alterações de comportamento da pessoa cuidada que possam ser observadas; acompanhar outras situações que se fizerem necessárias para a realização das atividades cotidianas da pessoa com deficiência durante a sua permanência na escola ou nas atividades extra-escolares.