Sergipe

09/08/2015 às 09h40

Esposa e enteados são suspeitos de matar cabo da PM

Redação Portal A8

Foto: Whats app

 

Na noite deste sábado (08) o caso da morte do cabo da polícia militar, Jeová Santos foi elucidado pela delegada Juliana Alcoforado. A esposa do policial militar, Andréa Santos Coelho confessou o crime após ser presa em flagrante na própria residência, juntamente com o filho de 12 anos, que foi apreendido.

 

O outro filho de Andreia, também envolvido no caso, Cleverton Coelho Santos de 19 anos está foragido. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o enteado de Jeová já havia sido preso por tráfico de drogas, a ação demonstrou ter sido planejada.

 

 Crime

 

O cabo da Polícia Militar, Jeová Santos, foi morto a tiros, na noite da última sexta-feira (07) em sua residência, enquanto dormia. Quando a equipe da polícia da 4ª Divisão do DHPP chegou ao local do crime, percebeu que o executor conhecia a rotina da casa.

 

 Após a elucidação do caso, verificou-se que uma escada foi posta propositalmente para facilitar a entrada na casa. A pedido da mãe, o adolescente de 12 anos, foi avisar ao irmão de 19 que fosse até a casa para matar o PM. Encapuzado, o enteado de 19 anos executou o PM e depois levou a arma do policial que estava em cima do guarda-roupa.