Sergipe

26/04/2014 às 09h44

Greve dos técnicos e auxiliares de enfermagem é declarada ilegal

O posicionamento da PGM com relação ao ato dos servidores levou em consideração, sobretudo, o momento em que a Saúde municipal está vivenciando. N

Redação Portal A8

A Procuradoria Geral do Município (PGM) tem auxiliado as secretarias do município a garantir o bem estar da população aracajuana. Na manhã desta sexta-feira (25), o órgão conseguiu o reconhecimento da ilegalidade da greve dos técnicos e auxiliares de enfermagem e atendentes de consultório dentário que estão parados por 68 dias.

 

O posicionamento da PGM com relação ao ato dos servidores levou em consideração, sobretudo, o momento em que a Saúde municipal está vivenciando. Na última terça-feira, 22, teve início a campanha de vacinação contra a gripe e, juntamente com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a PGM preocupou-se em garantir que a mesma ocorresse de forma a melhor atender a população aracajuana, o que não seria possível caso a greve continuasse.

o procurador-geral de Aracaju, Carlos Pinna Júnior

 

"Nosso principal motivador foi a vontade de garantir o direito do cidadão aracajuano. Diante da campanha de vacinação, a população tem que ter o suporte dos técnicos e auxiliares de enfermagem nos postos de saúde. O sindicato ainda precisa ser notificado oficialmente com relação a essa suspensão, no entanto, eles faltariam com o bom senso se não acatassem esse pedido judicial", explicou a procuradora que cuidou da ação, Maira Barbosa, integrante da Procuradoria Administrativa e Trabalhista (PAT).

 

Segundo o procurador-geral de Aracaju, Carlos Pinna Júnior, a PGM está sempre à disposição e preparada para atender as demandas das outras secretarias. "A situação fática impôs a judicialização da questão e a Procuradoria obteve sucesso com o reconhecimento pelo Tribunal de Justiça da ilegalidade da greve, possibilitando que o Município, consequentemente, atenda de forma eficiente as necessidades do aracajuano, nesse caso específico na área da saúde", frisou Pinna.