Sergipe

24/05/2013 às 15h18

Trabalhadores da construção civil ganham apoio de outras categorias

Redação Portal A8

Nesta sexta-feira, 24, trabalhadores da construção civil ganharam novos apoiadores. Os dirigentes do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB-SE) e da Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB) de Sergipe participaram de uma nova manifestação feita pelos grevistas em frente a Praça da Catedral, na manhã de hoje.

Os sindicalistas disseram que a paralização é o único caminho encontrado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (Sintracon) para negociar os 15% de reajuste salarial pedidos, além da cesta básica de R$ 150,00.

A contraproposta feita na semana passada pelos patrões é de 8% de reajuste e cesta básica de R$ 50 reais.

O presidente do SEEB, José Jesus de Souza, considerou o movimento grevista justo e estrategicamente necessário.

"São os bancos brasileiros que financiam a construção civil. E esse dinheiro só é liberado a partir do fundo de garantia dos trabalhadores brasileiros. E nós, trabalhadores dos bancos também sabemos quais são os salários pagos aos operários da construção civil. É essa dura realidade social que nos move a apoiar publicamente esse movimento. Não podemos assistir indiferentes a esse enfrentamento entre os operários e os empresários da construção civil. Estamos do lado dos trabalhadores. Os empresários têm muito poder e muito capital.", afirma Souza.

O presidente da CTB, Edival Góis disse também a categoria também sai em apoio aos trabalhadores da construção civil. "E especialmente a greve dos operários da construção civil vai ficar na história sergipana. A greve é organizada, justa e deverá contar com o apoio da opinião pública. Mesmo porque, ninguém é feliz sozinho: os empresários devem dividir seus lucros com aqueles que no dia a dia constroem suas riquezas", defende Edival Góis.

Por enquanto, os trabalhadores não deram nenuhma previsão de retorno às atividades.