Sergipe

24/05/2013 às 08h00

Reforma de rosca - Adiberto de Souza

Redação Portal A8

Avizinha-se o fim do primeiro semestre e o governo de Sergipe ainda não conseguiu fazer a reforma do secretariado, prometida desde o ano passado. Excetuando-se um ou outro, a maioria dos postos chaves do Executivo é ocupada hoje por interinos que, sem a segurança de continuarem nos cargos, não desenvolvem projetos a longo prazo nem possuem voz ativa para resolver os problemas surgidos no dia a dia. Na esperança de serem contemplados na anunciada mudança do 1º e 2º escalão, alguns aliados fazem uso do fogo amigo para queimar os atuais secretários. Caso a demorada reforma não seja logo desenroscada, os sergipanos terão que se acostumar com o característico cheiro de fim de festa, mesmo faltando mais de um ano e meio para terminar o mandato do governador Marcelo Déda (PT).

Leia conteúdo na íntegra