Sergipe

22/05/2013 às 16h22

Capela está pronta para os festejos juninos

Redação Portal A8

 

Tradição do Mastro em Capela (Reprodução internet)

O município de Capela, que fica há 67 km da capital está se preparando para os festejos juninos. No dia de Corpus Christi, que este ano vai em 30 de maio, vai ser realizada a marcação do Mastro - uma tradição de 74 anos na cidade.

 

Os moradores vão sair da frente da prefeitura, rumo à Mata do Junoco para que seja feita a escolha da árvore que vai servir de Mastro no dia de São Pedro.

A novidade é que este ano, estudantes vão participar do evento: vai ser ministrada uma palestra sobre meio ambiente no local. O encerramento acontece na Praça Manoel Souza ao som de pífanos, zabumba e tiros de bacamarte.

Tradicionalmente, a Sarandaia é realizada na transição de 31 de maio para 1º de junho. Desde 1993, a festa começa com o hasteamento do Estandarte de São Pedro.

Logo após, a multidão sai pelas ruas percorrendo residências com o intuito de arrecadar prêmios que vão ser pendurados no Mastro, no dia de São Pedro.

Quem participa do evento torce por muita chuva no dia. A tradição pede que as ruas e estradas estejam enlameadas para que os homens e mulheres possam caminhar até a Mata do Junco a fim de conduzirem o Mastro para a cidade.

Concluído o percurso, a árvore é fincada no chão da Praça de São Pedro e adornada com os prêmios arrecadados.

Com a chegada da noite, acontece a queima e quando a árvore cai, inicia-se a guerra de espadas e busca-pés.

Este ano, a orientação é que sejam usadas apenas as espadas. Algumas pessoas chegam a se arriscar para pegar os prêmios que foram pendurados durante a manhã. À tarde, nesse mesmo dia, acontece a cavalgada.

Rainha do São Pedro

Outra tradição mantida este ano é o concurso Rainha do São Pedro com a participação de representantes do comércio local e escola. Em 2013, o concurso acontece no dia 8 de junho e, pela 1ª vez, na praça de eventos Adroaldo Campos, para que todos possam ter acesso.

Missa do Fogueteiro

A missa foi criada em 1993 e sempre é celebrada pelo pároco local na última sexta-feira do mês de junho. Sempre acompanhada do ritmo das músicas de Luiz Gonzaga com letras adaptadas. No ofertório são oferecidos uma miniatura do Mastro, bacamarte e todos os tipos de peças que podem lembrar a Festa do Mastro.

Acontece também um show pirotécnico e a guerra de espadas em frente à Igreja, encerrando o ato religioso.

Desfile da Baiana

O desfile da Baiana acontece geralmente no dia 29 de junho, na véspera do São Pedro ou no sábado que antecede a busca do Mastro. Na tradição, um homem vestido de baiana sai às ruas com um cesto na cabeça rumo aos estabelecimentos comerciais e residências com a missão de arrecadar mais prêmios para serem colocados no Mastro.