Sergipe

22/05/2013 às 15h29

Servidores do Estado fazem nova manifestação e chamam governador de caloteiro

Redação Portal A8

A paciência dos servidores do Estado está se esgotando. Quem afirma é o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços Públios do Estado de Sergipe, Waldir Rodrigues.

Hoje eles sairam em caminhada pelas ruas da capital reivindicando um diálogo com o governo. Já são 10 dias de greve. Mais de 10 mil funcionários parados e nenhuma conversa com os governantes.

Eles chamam os representantes do governo de "desaparecidos políticos", já que até agora, ninguém se prontificou a negociar.

Uma funcionária da Secretaria de Estado da Fazenda, chamada Elma Andrade, diz que além do salário abaixo do mínimo, de R$ 622,00, os trabalhadores que se aposentam ainda perdem a gratificação.

Em uma parada em frente à assembléia legislativa, os manifestantes vaiaram, apitaram e fizeram coro chamando o governador Marcelo Déda de "caloteiro".

Waldir Rodrigues, afirma que a categoria segue em greve por tempo indeterminado.

A cobertura completa da manifestação, você assiste daqui a pouco, no Jornal do Estado 2ª edição, às 19h45.