Sergipe

22/05/2013 às 11h03

Presa quadrilha que aplicava golpes em idosos no Nordeste

Redação Portal A8

Uma investigação do Departamento de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP), com apoio da Divisão de Inteligência Policial (Dipol) e do Grupamento de Rondas e Buscas (GERB), resultou na prisão de seis pessoas, todas integrantes de uma quadrilha especializada em praticar furtos de carteira porta cédulas, em especial de mulheres idosas. A quadrilha é composta de senhoras idosas e tinham alvo prioritário mulheres da mesma idade delas, de boa aparência e que estivessem passeando desacompanhadas em shoppings.

Pelos levantamentos do DDCP, a quadrilha age há vários anos nas capitais nordestinas e em outras grandes cidades do Brasil. De acordo com a delegada Maria Pureza, em Sergipe existem relatos de vítimas desde 2008, sem contar as vítimas que por vergonha não registram um boletim de ocorrência. "Elas são muito difíceis de serem presas porque assim que realizam o furto somem da cidade e seguem em destino para outro Estado", declarou Tereza.

No início deste ano, a quadrilha retornou novamente ao Estado e conseguiu furtar cartões e talões de cheque de uma idosa, causando-lhe um prejuízo de mais de R$ 60 mil. A delegada ressalta que a quadrilha estava sendo investigada há mais de um ano. "Fizemos um trabalho de formiguinha juntando peças, colhendo depoimentos, monitorando todas ações desta quadrilha. Foi ai que descobrimos que um CPF de um sergipano estava sendo utilizado na compra com garantia estendida de eletroeletrônicos em vários shoppings do Nordeste", explicou.

Com base nos dados colhidos, a Polícia Civil solicitou mandados de prisão preventiva, que foi prontamente atendido pela 9ª Vara Criminal de Aracaju. De posse dos mandados, a inteligência sergipana identificou que os acusados estariam em várias capitais do Nordeste. Em Salvador (BA) foram presos Janaína Pereira da Silva e Sônia Maria Barbosa.

Já em Fortaleza (CE), a polícia prendeu Maria Ednaci de Lima Guerreiro, 73 anos; Em Natal (RN) foram presos Fernanda Maria Carlos Rebouças e Manuel Benício Dantas Cavalcante. Na capital pernambucana, foi preso Luciano Mendes da Silva, um dos motoristas da quadrilha.

Sônia e Janaína estão presas em Salvador e não foram recambiadas para Aracaju porque foram presas em flagrante no dia 16 de maio pela prática de um furto contra uma senhora idosa em um Shopping da capital baiana", explicou Pureza. Os investigados Fernanda e Manoel já estão custodiados em Aracaju à disposição da Justiça. Maria Ednanci também será transferida para Aracaju.

A superintendente da Polícia Civil, delegada Katarina Feitoza, ressaltou o compromisso desta prisão com a sociedade sergipana. "Destacamos o excelente trabalho investigativo feito pela equipe do DDCP e do Dipol, além da parceria com a Polícia Civil dos Estados onde estes acusados foram presos. Foi mais de um ano de investigação, o que demonstra o compromisso de toda equipe", disse.

Facilidade

Katarina alertou que os crimes cometidos por esta quadrilha foram facilitados pela ingenuidade das vítimas, que levavam cartões bancários com as respectivas senhas e contra-senhas dentro das bolsas. "Esta é uma prática não recomendada, pois facilita a vida de criminosos e prejudica sensivelmente a vida das vítimas. É preciso criar mecanismos para decorar as senhas e evitar notar em papel e, sobretudo, colocar dentro de bolsas".

Fonte: SSP/SE