Sergipe

16/05/2013 às 18h36

Pelotão de Caatinga da PM comemora 5 anos

Redação Portal A8
Pelotão Ambiental em ação (Foto: divulgação Polícia Militar)

 

O Pelotão Especial de Policiamento em Área de Caatinga, Pepac, foi criado há 5 anos para fazer a segurança de áreas rurais. O objetivo é combater roubos ao gado, tráfico de entorpecentes, roubos a bancos, entre outras ocorrências nessas regiões.

"Nossa área de atuação compreende o alto e médio sertão sergipano, composto por 14 municípios sergipanos: Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Monte Alegre, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Feira Nova, Carira, Gararu, Nossa Senhora de Lourdes, Itabi, Graccho Cardoso, Cumbe, Nossa Senhora das Dores e Aquidabã", destacou o tenente Manoel Alves de Oliveira Santos, comandante do Pepac.

Ao todo são 41 policiais militares atuando em 7 viaturas. É considerada a tropa do interior sergipano melhor equipada no quesito armamentos e munições.

E para integrar o grupo, não basta apenas ser policial militar. "É necessário que o policial tenha o Curso de Operações Policiais em Área de Caatinga e tenha sempre em mente as virtudes do guerreiro de caatinga: honra, lealdade, disciplina e respeito", disse o tenente Fabrício Almeida Santos, subcomandante do Pelotão de Caatinga.

Dados estatísticos

Entre os meses de janeiro de 2012 a abril de 2013, o Pelotão de Caatinga encaminhou diversas situações às Delegacias de Polícia Civil, com destaque para sete roubos, cinco capturas/recapturas de foragidos, seis desacatos, seis prisões por tráfico de entorpecentes (as apreensões de drogas foram de 160 pedras de crack, 22 Kg de maconha, 120 ampolas de maconha), 15 portes ilegais de arma de fogo, cinco vias de fato, três lesões corporais, duas receptações, três prisões por roubo de gado, uma adulteração veicular, dois homicídios, duas agressões, uma tentativa de homicídio, duas perturbações de sossego, uma situação envolvendo direção perigosa e cinco veículos recuperados, sendo quatro motocicletas e um veículo.

Outro dado relevante durante estes cinco anos de existência do Pelotão de Caatinga foi a redução no número de ocorrências relacionadas a roubo a gados em Sergipe. Desde a criação do Pepac até o momento, foi registrada uma diminuição em 73% no índice de crimes desta natureza na área do sertão sergipano. Houve, também, de acordo com a unidade especializada, um controle na estatística de homicídios.

Fonte: Polícia Militar