Sergipe

30/04/2013 às 08h50

Política e cotidiano

Redação Portal A8

Querem matar o rio

Agiu certo a juíza Simone Fraga ao mandar interditar o trecho da avenida Beira Mar no trecho entre o Iate Clube de Aracaju e a avenida Anísio Azevedo, sentido sul/norte, onde as águas do rio Sergipe açoitam a balaustrada e invadem a pista. Também está correto o secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Genival Nunes, ao exigir da Prefeitura laudos de impacto ambiental provando que as obras de contenção das águas não causarão problemas em outros locais. Ele não pode simplesmente autorizar construção de muros de contenção da maré sem saber se isso não repetirá o grave crime ecológico causado pelo aterro que fez surgir o bairro Coroa do Meio. Claro que é preciso encontrar uma alternativa para aquele trecho da avenida Beira Mar, desde que ela não signifique a morte do rio Sergipe, que simplesmente está reagindo contra as agressões praticadas em seu leito ao longo dos anos.

Fogo amigo

O secretário chefe da Casa Civil, Sílvio Santos, atribui a fogo amigo a informação que só ele estaria nomeando comissionados no governo de Sergipe. "É só ler o Diário Oficial para ver que não há uma única nomeação feita por mim e que todas têm o crivo do governador Marcelo Déda (PT)". Sílvio deve conversar sobre o assunto com o líder do governo na Assembleia, deputado Gustinho Ribeiro (PSD), para tranquilizar a bancada situacionista.

A casa caiu

A Polícia Federal apreendeu ontem em Sergipe cerca de duas toneladas de maconha. A droga estava escondida no piso falso de uma carreta dirigida por João Gomes e seria distribuída em todo o Nordeste. De acordo com a PF, do início do ano até agora já foram apredndidas no estado 3,5 toneladas de maconha. É muito fumo, seu menino!

Reparação

A Assembléia deve votar nos próximos dias quatro projetos de resolução anulando as cassações dos deputados estaduais sergipanos Nivaldo Santos, Baltazar Santos, Viana de Assis e Cleto Maia. Eles foram punidos pelo golpe militar de 1964 por defenderem a democracia. Os projetos anistiando os quatro políticos sergipanos são de autoria da deputada estadual Ana Lúcia (PT). Legal!

Braços cruzados

Nesta terça-feira, os clientes do Banco do Brasil (BB) só poderão fazer operações e serviços bancários nos caixas eletrônicos e pela internet. É que os funcionários do BB cruzam os braços por 24 horas em protesto contra o novo plano de carreira adotado pela instituição. Os sindicatos exigem a abertura de negociações e reclamam que o plano foi implementado sem consulta aos trabalhadores.

Greve segue

É quase certo que os médicos da Prefeitura de Aracaju permanecerão em greve. Hoje, eles realizam assembleia para discutir o movimento, mas não escondem o desejo de continuar parados até que o prefeito João Alves Filho (DEM) atenda as reivindicações da categorias, entre elas o pagamento do reajuste salarial desde janeiro passado. Os demais servidores do município também pensam em cruzar os braços contra o raquítico reajuste de 5%.

Proinveste

As comissões temáticas da Assembleia se reúnem hoje para apreciar os projetos do Executivo sergipano pedindo autorização para contrair empréstimo de R$ 560 milhões junto à União. Caso sejam aprovadas nesta terça-feira, as proposituras seguirão para serem votadas em plenário, o que deve acontecer na próxima semana. Tomara, pois ninguém suporta mais essa novela pastelão.

João no Cabaré

E quem já confirmou presença no ‘Cabaré de Quinta` foi o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). A partir das 20h da próxima quinta-feira, o demista estará respondendo perguntas de comunicadores e clientes do estabelecimento comercial. O ‘Cabaré`, organizado pelo jornalista Chico Freire, volta a funcionar no Facebar (antigo Templo Gelado), na rua Joventina Alves, próximo à praça da Imprensa.

Candidato

O deputado estadual Zeca da Silva e o prefeito de Capela Ezequiel Leite - ambos do PSC - revelaram ontem que têm a certeza de que o senador Eduardo Amorim (PSC) será candidato a governador de Sergipe em 2014. Segundo o jornalista Eugênio Nascimento, os dois chegaram a comentar que "ele (Amorim) já está com discurso de candidato. E é visível que une todo o grupo em torno de seu nome". Segundo Zeca, a vaga de senador da chapa majoritária ficará em aberto para negociar alianças.

Do baú político

Deputados estaduais e servidores da Assembleia Legislativa de Sergipe tomaram um grande susto na década de 90. Era por volta das 11h quando alguém avisou por telefone ter colocado uma bomba no Parlamento sergipano, localizado no centro de Aracaju. A partir de então começou o corre-corre para esvaziar prédio. A Polícia foi chamada e deu início ao rastreamento para encontrar o petardo. Era como procurar uma agulha no palheiro, pois o "terrorista" não fez qualquer exigência nem informou qual o andar que colocará a bomba. Às 14h, ouviu-se um grande estrondo no quarto andar, onde funcionava o gabinete do presidente da Assembleia, deputado Venâncio Fonseca (PP). Todos correram pra lá e encontraram o banheiro coletivo totalmente destroçado. O vaso sanitário espatifou-se, destruindo a porta e o teto de gesso. Ninguém ficou ferido e até hoje é desconhecida a identidade do autor deste bizarro atentado.

Resumo dos jornais