Sergipe

03/07/2012 às 14h56

Secretário Silvio Santos fala sobre melhorias na MNSL

Redação Portal A8

Secretário Estadual de Saúde, Sílvio Santos, reuniu a imprensa na manhã desta terça-feira (3) para falar das medidas que já foram implantadas e as que estão em andamento para contornar a superlotação na Maternidade Nossa Senhora de Lourdes.

Entre as medidas que já foram implantadas está o processo para regularização no abastecimento de insumos e medicamentos. Segundo o secretário, muitos itens que estavam em falta, já foram normalizados.

Ainda segundo o secretário, a situação da maternidade não é a ideal, mas já houve uma melhora nos últimos 15 dias. "A situação hoje não é a ideal, mas também não está igual a de 15 dias. O que não pode acontecer é deixar que fatos sejam publicados, ignorando os passos e as medidas que vêm sendo adotados para resolução dos problemas, como se estivéssemos assistindo a tudo de forma inerte", afirmou.

Durante a coletiva, o secretário destacou que a meta é que a Maternidade Nossa Senhora de Lourdes funcione somente para partos de alto risco. Disse ainda que a unidade é organizada e equipada, mas que o grande problema é a superlotação. "O nosso objetivo é que a oferta seja ampliada para que seja possível fazer a regulação dos leitos da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes para a finalidade que foi criada: atender exclusivamente casos de alto risco"` disse.

Silvio Santos também falou sobre o retorno das obras do hospital de Nossa Senhora do Socorro. "Dentro de 45 dias, deveremos estar reabrindo o hospital que irá possibilitar a realização de 400 partos por mês na unidade. Além disso, tem as Clínicas de Saúde da Família de Arauá e de Indiaroba, inauguradas na semana passada, e que disponibilizam centros obstétricos. Essas medidas, aliadas ao funcionamento das maternidades de Capela, Propriá e Nossa Senhora da Glória vão ajudar sim a desafogar a superlotação na maternidade", completou o secretário.

Após coletiva, o secretário se reuniu, mais uma vez, com o diretor do Hospital Santa Isabel, Dr. José Carlos Pinheiro, para acompanhar o andamento na implantação dos novos leitos.

Com informações da SES