Sergipe

14/12/2011 às 08h15

Adolescentes obrigam padre a tirar a roupa durante assalto

Redação Portal A8

Após um assalto sofrido no último fim de semana, um padre, que preferiu ter a identidade preservada, tenta lidar com as sensações de medo e constrangimento. Durante a ação os bandidos obrigaram a vítima a tirar toda a roupa, pois eles queriam ter certeza de que não havia mais nenhum objeto de valor.

O assalto aconteceu em uma sorveteria, no conjunto Marcos Freire, em Nossa Senhora do Socorro. Três adolescentes são acusados de praticarem o crime, dois deles, um de 14 e outro de 17 anos, foram apreendidos em flagrante, mas o terceiro conseguiu fugir.

Ainda abalado o padre contou como tudo aconteceu. "Na hora que eles chegaram estavam na sorveteria minha irmã, minha sobrinha, uma funcionária, eu e mais um ciente. Todos nós fomos rendidos e levados para os fundos da loja", explicou a vítima que continuou. "Em todo momento eles diziam que queriam dinheiro e com uma arma na minha cabeça pediram que eu desse tudo, entreguei o dinheiro e meu celular, mas como era um valor baixo, eles ordenaram que eu ficasse nu", declarou.

Ainda segundo o padre o trio encontrou a chave do carro e pensando ser de uma moto foram ainda mais agressivos com o pároco. "Eles me ameaçaram e gritaram falando que queriam uma moto, eu disse que era um carro e eles ficaram ainda mais violentos. Muito nervosos faltou pouco para o adolescente de 14 anos atirar em mim", contou o padre que ressaltou. "A sorte é que fui muito calmo e fiz tudo que ele pediu, não me alterei em nenhum momento e assim que tem que ser se quiser sair vivo de um assalto, não podemos reagir, apenas obedecer", desabafou.

De acordo com a população esse caso não é isolado e a insegurança na região do Marco Freire I e II tem tirado o sossego da comunidade. "A gente trabalha desconfiado, pois a segurança é precária. Já que a avenida está se tornando comercial é preciso um policiamento ostensivo", afirmou o comerciante Wagner Nunes.