Sergipe

08/12/2011 às 08h53

Presépio é opção de lazer durante mês de dezembro

Redação Portal A8

No mês de dezembro, o presépio natalino, localizado no Parque da Sementeira, é uma das atrações para o público aracajuano e os turistas. Diariamente o presépio é aberto ao público a partir das 17h e conta com apresentações nos horários das 19h, 20h e 21h. O presépio também funciona em feriado e final de semana. "Todos os dias o local estará aberto ao público. Nos feriados e finais de semana principalmente, porque são dias em que as famílias planejam os seus passeios", enfatiza Lucimara Passos, presidente da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb).

Presépio

Para este ano, a cenografia externa foi inspirada na Praça de São Pedro, enaltecendo os contornos da arquitetura do local, um lugar sagrado para os cristãos que visitam a Cidade do Vaticano (Roma) para saudar o Papa e celebrar sua religião. Na área interna a inspiração foi na antiga arquitetura da Turquia.

O presépio foi todo construído em madeira e fibra de vidro. Também fazem parte da cenografia figuras tradicionais em tamanho natural, ambientação com plantas artificiais, fonte, iluminação cênica com apresentações diárias do Auto de Natal. Está sendo realizada ainda uma homenagem a São Nicolau.

Presépio de papel

Na entrada do Parque da Sementeira os frequentadores estão tendo a oportunidade de conhecer mais sobre o Natal e também sobre o trabalho realizado por meio da Oficina de Papel. O presépio, todo revestido em papel jornal e revista, revela a magia do Natal e ressalta a importância da sustentabilidade para o planeta.

O presépio conta com diversas imagens religiosas e enfeites natalinos. "Todos os ícones utilizados serão de papel. Teremos as imagens dos três magos, Nossa Senhora, São José, Menino Jesus e de animais, como a ovelha e a vaca", detalha Cristina. "Confeccionamos ainda árvores, guirlandas e anjos para dar vida ao ambiente. Com certeza será um local para visitar com a família e ficar encantado", ressalta Cristina Sales, coordenadora da Oficina de Papel

 

Fonte: PMA/SE