Sergipe

07/12/2011 às 07h14

Jovem é detida por abortar e enterrar o feto no quintal de casa

Redação Portal A8

Após denuncia anônima, agentes civis da Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis de Itabaiana conseguiram elucidar na tarde dessa terça-feira (06) um crime de aborto praticado pela jovem Luana da Silva Oliveira, 20 anos, moradora do povoado Rio das Pedras, município de Itabaiana.

De acordo com a polícia, ela estava no sétimo mês de gestação quando por intermédio de uma amiga adquiriu o remédio abortivo na última segunda-feira (28), no entanto o efeito só se concretizou na quarta-feira (30).

Na delegacia a jovem contou que usou o vaso sanitário e ao perceber que a criança havia nascido viva ela deu descarga, assustada ela saiu correndo para pedir ajuda da mãe, que por sua vez chamou uma vizinha, uma idosa de 80 anos, e depois que a mesma benzeu o feto elas resolveram enterra-lo no quintal da residência.

Diante da denuncia, os policiais foram ao local indicado, acompanhados das delegadas Heliara Santos Farias, da DAGV, e Jualiana Alcoforado, coordenadora da Delegacia Regional de Polícia Civil de Itabaiana, depois e escavarem o quintal localizaram o corpo da criança enrolado em um pedaço de pano já em avançado estado de putrefação.

Além de Luana, também foram detidas, Ivânia da Silva Oliveira, mãe da jovem, e a amiga que forneceu o remédio para o aborto. Ainda foram levadas para a delegacia uma adolescente, irmã de Luana, e a idosa que ajudou a enterrar o feto.

Em depoimento, a acusada contou que resolveu praticar o aborto por não querer a criança.

 

Com informações de Gilson Oliveira/ Itnet