Sergipe

02/12/2011 às 07h16

Coral mirim marca a inauguração do presépio natalino

Redação Portal A8

Um dos mais tradicionais símbolos do Natal aracajuano foi inaugurado pelo prefeito Edvaldo Nogueira, na noite dessa quinta-feira, 1º. O presépio do Parque da Sementeira integra a decoração natalina da cidade, e representa um dos monumentos turísticos mais esperados pelos moradores e visitantes. A magia do nascimento do menino Jesus é recontada através das imagens naturais dos três Reis Magos, Nossa Senhora e São José, em um espaço de 1,2 mil m² e todo revestido com materiais recicláveis.

Os clássicos natalinos foram entoados pelas 165 crianças do coral mirim Canarinhos de Aracaju. O público cantou, aplaudiu e ficou emocionado com as belas canções, como `Depende de Nós`, `O Natal Existe` e `Sapatinho de Natal`. Logo após o espetáculo, cerca de 20 artistas representaram o Auto de Natal que conta a história de São Nicolau, o santo que deu origem à lenda do Papai Noel. Visivelmente emocionado, Edvaldo expressou a sua felicidade e satisfação em participar da 5ª edição de um dos maiores símbolos de Natal da cidade.

Estrutura

O presépio é assinado pelo artista Ivo Gato, natural da cidade de Lagarto, que há oito anos organiza a decoração natalina do Centro da capital. A estrutura desse ano foi ampliada para mais 200m² e toda confeccionada em madeira e fibra de vidro. A fachada do presépio foi inspirada na antiga arquitetura da Turquia, a cidade de origem de São Nicolau. Já a cenografia interna do local relembra a Praça de São Pedro, enaltecendo os contornos da arquitetura de um dos principais centros religiosos do mundo, localizado na Cidade do Vaticano (Roma).

Ainda fazem parte da cenografia, imagens religiosas em tamanho natural, enfeites natalinos, ambientação com plantas artificiais e iluminação cênica com apresentações diárias do Auto de Natal. No local, o público também pode admirar uma bela fonte construída em homenagem a São Nicolau. Segundo o artista plástico, Ivo Gato, as encenações do Auto de Natal acontecem diariamente, até o dia 6 de janeiro, no horário das 19h, 20h, 21h. Aproximadamente 300 pessoas estiveram envolvidas na montagem da decoração da cidade, que teve a duração de 60 dias.

A novidade deste ano é que todo revestimento interno foi feito em papel de jornal e revista, produzido pelas mãos habilidosas das monitoras da Oficina de Papel, um projeto mantido pela Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emsurb). De acordo com a presidente da Emsurb, Lucimara Passos, a decoração com materiais reutilizáveis diminui os custos da produção, além de ser ecologicamente correto. "É uma forma de aumentar a decoração da cidade, sem ampliar os custos da produção investida e contribuindo ecologicamente para evitar o desperdício de material", explica.

 

Fonte: PMA