Sergipe

21/11/2011 às 10h35

Quatro pessoas são presas com LSD e ecstasy na Operação Fantasia

Redação Portal A8
As drogas são provenientes da Bahia e do Rio Grande do Norte (Foto: SSP/SE)

A Polícia Civil deflagrou nesse final de semana a operação "Fantasia", cujo objetivo é a repressão ao tráfico de drogas sintéticas. Quatro jovens foram presos com doses de LSD e comprimidos de ecstasy. Estas drogas são adquiridas por um público de alto poder aquisitivo, em festas no estilo "rave".

Foram presos Alan Robert Vieira Silva, 19 anos, Carlos Henrique Mendes Soares, conhecido como Caique, 19 anos, Dhiego Ramos Santos Conceição, 22 anos e Yuri Nascimento Costa, 24 anos, no momento em que comercializavam as drogas em um posto de combustível e no estacionamento de um shopping. Foram apreendidas 37 doses de LSD, 26 comprimidos de Ecstasy, uma pequena quantidade de maconha, aproximadamente R$ 1,2 mil e U$ 130,00, além de três veículos utilizados para as entregas da droga: um Fiat Agile, um New Beatle e um Fiat Punto.

Segundo a polícia, Alan na companhia de outro indivíduo adquiriu 150 doses de LSD, em cartela de papel e em micropontos concentrados na cidade de Salvador (BA) pelo valor de R$ 3 mil. "Na chegada em Aracaju foi feita a partilha e ambos passaram a vender o ácido, conhecido nas festas como `doce`, pelo valor de R$ 50, obtendo lucro de 150% na operação", contou o delegado Alessandro Vieira, da 9ª Delegacia Metropolitana, designado pela Superintendência da Polícia Civil para realizar as investigações.

De acordo com o delegado, o ecstasy foi transportado por Dhiego e foi comprado em Natal (RN), o qual recebeu uma encomenda de 200 comprimidos, feita pelos Yuri e Caique. O trio adquiriu os comprimidos por cerca de R$ 5 mil e passou a fazer a revenda por R$ 50.


"Nós temos consciência de que, em razão das características dos consumidores da droga sintética, existem vários outros grupos que realizam o tráfico para abastecer principalmente as festas eletrônicas realizadas em Aracaju. A Operação Fantasia, além das prisões e apreensões, serve como mecanismo de alerta para os jovens e suas famílias, bem como para a sociedade que precisa compreender que o consumo de drogas não está limitado aos bairros pobres da periferia, sendo efetivamente um problema de todos", alertou Vieira.

Os mandados de busca foram expedidos pela 4ª Vara Criminal e a operação, contou com o apoio da equipe da 6ª DM e da coordenadoria de Polícia Civil da Capital (COPCAL).

"Foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante dos quatro indivíduos, pelo crime de tráfico e associação para o tráfico de entorpecentes, sendo o mesmo comunicado à Justiça na manhã do domingo (20), oportunidade em que foi homologado pelo juiz plantonista, Manoel Costa Neto, o qual decretou a prisão preventiva dos investigados", explicou o delegado.

Os quatros permanecem custodiados na 9ª DM, no bairro Santa Maria, à disposição da Justiça.

Fonte: SSP/SE