Sergipe

18/11/2011 às 11h06

Governador anuncia ordem de serviço para o viaduto do Detran

Redação Portal A8

O secretário de Estado da Infraestrutura, Valmor Barbosa, apresentou na noite dessa quinta-feira (17) em audiência com o governador Marcelo Déda, no Palácio dos Despachos, o plano de obras da duplicação do viaduto da Avenida Tancredo Neves, próximo ao Departamento de Trânsito de Sergipe (Detran). O secretário aproveitou a ocasião para sugerir ao governador que a ordem de serviço para a obra fosse assinada na primeira semana do mês de dezembro.

Segundo o gestor da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), a pretensão é que até o início do próximo mês a secretaria, junto com a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), consigam desenvolver um plano para organizar o trânsito durante o período de obras naquela região. "Estamos discutindo com a SMTT e fazendo de tudo para ver o que podemos fazer para amenizar os transtornos. Já tem uma reunião agendada para esta sexta-feira, 18, entre o Departamento Estadual de Infraestutura Rodoviária de Sergipe (DER) e a SMTT para que essas questões sejam discutidas", afirmou Valmor.

Déda fez questão de esclarecer que sua intenção era assinar a ordem de liberação de serviço na próxima segunda-feira (21, mas concordou em transferir a assinatura para a primeira semana do próximo mês, visando uma maior organização dos últimos detalhes que precedem o início da obra e priorizando o menor desconforto possível para a população que utiliza da via pública naquele local.

"Há alguns detalhes a serem implementados, algumas intervenções terão que ser feitas pela SMTT, objetivando desviar o trânsito da área e antes é preciso aprovar o novo trajeto do tráfego que passa naquela região. É o período também que a Construtora Celi vai montar o canteiro e colocar as máquinas para preparar o terreno para a obra", comentou o governador.

Valmor reafirmou as palavras do chefe do executivo estadual, explicando que paralelamente aos reajustes que estão sendo feitos focando a mobilidade naquela região, a empresa Celi, ganhadora do certame licitatório da duplicação do viaduto, já vem se mobilizando para que tudo esteja em ordem para o início das obras. "A empresa tem que ter um prazo para fazer a contratação dos operários, as inscrições em instâncias como o INSS, a aquisição do material para estudar a topografia e para começar a locar determinados serviços", argumentou o secretário.

Orçada em R$ 20 milhões, a obra resultará em um novo anel viário, que facilitará o escoamento do trânsito nos bairros Ponto Novo, Sol Nascente, Jabotiana, facilitando o trânsito e a vida da população na capital.

 

Fonte: ASCOM