Sergipe

10/11/2011 às 08h53

Dois homens são presos acusados de aplicar golpes em Sergipe

Redação Portal A8

Foto (SSP/SE)
Na noite dessa quarta-feira (09) dois homens foram presos acusados de praticarem estelionato em Aracaju e no interior sergipano. Está já é a segunda vez que os baianos Evanildo Mendes da Paixão e Luciano de Amorim dos Santos são presos pela prática do mesmo crime no Estado.

De acordo com a delegada da Delegacia de Defraudações, Maria Pureza, a dupla fazia parte de uma quadrilha que agia em vários estados e foi desarticulada no mês de abril deste ano. "Na época nós efetuamos a prisão deles, mas eles foram liberados pela justiça. Agora eles retornaram ao Estado praticando novos golpes", revelou a delegada.

De acordo com a delgada, na primeira ocasião a dupla agia solicitando empréstimos por telefone. "Era uma quadrilha muito bem organizada que tinha acesso a informação de clientes de uma instituição financeira, em posse dessas informações eles abriam conta em outros bancos usando documentos falsos em nome destes clientes e solicitavam o empréstimo", declarou.

Após serem liberados eles retornaram para Aracaju e já estava praticando novos golpes, mais uma vez um trabalho de investigação foi iniciado e a dupla foi identificada novamente. Um dos acusados foi preso em um dos shoppings da capital e outro em um hotel na Orla de Atalaia.

"Eles voltaram para capital praticando novas modalidades de golpes. A dupla se aproveitava da "boa fé" das pessoas para aplicar golpes de crediário e de falsificação de cartões de crédito e de lojas", revelou a delegada Maria Pureza. Com os acusados foram apreendidos cartões de crédito e documentos falsificados em nome de terceiros, além de máquinas de plástificação.

Alerta

Para a delegada Maria Pureza, é preciso que lojistas e clientes fiquem atentos. "Muitas vezes as pessoas acham que por estarem em shoppings não serão alvo de crimes, mas nestes locais crimes de estelionato são muito comuns", revelou a delegada que ressaltou. "Principalmente agora nesse período de muitas compras os golpes são mais frequentes. As pessoas devem redobrar a atenção e ficarem atentas aos seus documentos e cartões, não liberando informações para desconhecidos", alertou.