Sergipe

06/06/2011 às 07h37

Polícia prende 17 suspeitos de fraudar licitações no interior sergipano

Redação Portal A8

Policiais Civis e Militares realizaram na madrugada desta segunda-feira (06) a Operação "Castelo de Cartas", que resultou na prisão de 17 pessoas em seis municípios do Estado. Os presos são acusados de serem responsáveis por fraudar licitações no ramo da construção Civil. Entre os detidos estão empresários, funcionários públicos, membros de comissão de licitação, secretários e um policial militar.

Dezessete pessoas foram presas por fraudes em licitações (Foto:André Luiz (Múmia) )

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, cerca de 100 agentes e delegados participaram da ação. As cidades onde a polícia prendeu os suspeitos e apreendeu documentos foram Canindé do São Francisco, Arauá, Malhador, Itabaianinha, Rosário do Catete e Japaratuba.

De acordo com a delegada Danielle Garcia, foram mais de 14 meses de investigação do Deotap, que começaram em abril de 2010 em decorrência da apreensão de documentos na prefeitura de Pirambu. "Após esse longo trabalho hoje conseguimos deflagrar essa operação e cumprimos os mandados, no total foram dezessete, destes oito são preventivos e sete temporários, além de seis de busca e apreensão em prefeituras", afirmou a delegada.

Ainda segundo Danielle Garcia, o próximo passo é ouvir os presos e analisar a documentos "A partir dessa documentação podemos ter novas prisões, pois é uma vasto material e outros indícios podem surgir", declarou.

Também participaram das investigações a Polícia Federal e o Ministério Público. Para Danielle Garcia uma ação conjunta desse tipo é inédita no Estado. "Pela primeira vez conseguimos uma parceria tão forte em favor ao combate a corrupção no Estado. A Polícia Federal trabalhando no ramo de verbas federais e nós na parte das verbas municipais e estaduais", concluiu.

Confira relação dos presos

Adilson Farias Pardo, Osvaldo Pardo Caldas Neto (filho de Adilson Pardo), Michel Anderson Costa Casas (sobrinho de Adilson Pardo), André Vieira de Melo, Valdeilton Alves de Jesus, Cosme Caldas dos Santos, Adonias Costa Lisboa Seba; Maria Rosenildes Barreto (presidente da Comissão de Licitação e funcionária da Prefeitura de Japaratuba) e  Sebastião Nabuco D’Avila

*matéria atualizada às 09h44m