Sergipe

04/06/2011 às 16h58

Polícia Civil inicia Operação Padrão

Como forma de protesto os policiais decidiram que vão realizar apenas as atividades previstas em lei

Redação Portal A8

Na manhã deste sábado (04) o movimento foi pequeno na Delegacia Plantonista, o ritmo reduzido já é reflexo da Operação Padrão. Como forma de protesto os Policiais Civis decidiram em assembleia que vão realizar apenas as atividades previstas em lei. Com isso, eles esperam o cumprimento de uma promessa feita em 2008, o pagamento de 60% do salário atual de um delegado.

"Ainda acreditamos que essa promessa será cumprida. Temos medo que ocorra a defasagem salarial, pois não criticamos os delegados por lutarem pela melhoria salarial, o que não admitimos é essa diferenciação entre as categorias. Também temos direito de um aumento decente", afirmou o policial civil Gilvan Oliveira.

Ainda como forma de cobrar por melhorias salariais, durante a tarde deste sábado cerca de cem policiais paralisaram as atividades e se concentraram na Delegacia Plantonista para conscientizar a população a respeito da Operação.

De acordo com o presidente do Sinpol, Antônio Moraes, essa já é a segunda paralisação relâmpago. "Até o final da noite não vai haver trabalho da base policial, apenas os delegados vão atender", explicou o presidente que ressaltou. "A demanda nas delegacias é muito grande, por isso acabamos fazendo mais do que caberia a nossa função e com a Operação Padrão estamos deixando de fazer esse serviço extra, por isso o atendimento fica lento", concluiu.

A ideia do sindicato é fazer com que o atendimento à população fique apenas a cargo dos delegados. "Queremos que a sociedade perceba a importância do trabalho em conjunto e não somente de uma categoria", declarou Antônio Moraes.