Sergipe

04/06/2011 às 15h25

Ausência de delegados faz acusado de tentativa de homicídio voltar para casa

Redação Portal A8

Na tarde dessa sexta-feira (03) a Polícia Militar não pode prender um homem acusado de tentativa de homicídio, pois não teve uma unidade prisional disponível para deixar o preso custodiado. Para tentar resolver o problema os policiais do município de Itabaianinha precisaram fazer uma verdadeira peregrinação, que durou quase sete horas.

De acordo com os policiais, eles percorreram duas unidades no interior e não conseguiram custodiar o preso José Agnaldo de Souza, 36 anos, que é acusado de tentar matar um rapaz e o filho dele. Os PM`s tiveram que se deslocar para a Delegacia Plantonista em Aracaju, onde o delegado informou que não poderia receber o preso.

Segundo o relato de um dos policiais, que preferiu não ser identificado, eles procuraram a delegacia de Itabaianinha, mas a unidade estava fechada, "Na verdade o município está com a delegacia interditada desde o ano passado, mas uma casa foi alugada para ser a unidade prisional, só que nos finais de semana o delegado não fica na cidade e a delegacia fica fechada", afirmou o policial.

O cabo contou que após a tentativa frustrada os policiais se deslocaram ato o município de Estância, onde também não solucionaram o problema. "A delegacia do município também estava sem delegado, então fomos encaminhados até a Delegacia da Mulher, mas apesar da boa vontade do escrivão o delegado não autorizou o procedimento", relatou o policial militar.

O jeito foi pegar a estrada em direção a capital, onde supostamente a situação seria resolvida. Chegando à Plantonista a notícia que os policiais não queriam ouvir. "O delgado disse que não poderia fazer o flagrante e que iria escutar o acusado e depois ele seria liberado", revelou o policial, que frustrado, teve que voltar para Itabaianinha e ainda deixar o preso em casa.

Outro lado

Na Secretaria de Segurança Pública (SSP) ninguém da Assessoria de Comunicação foi encontrado para falar sobre o problema.