Sergipe

03/06/2011 às 16h37

Professores do município de Socorro ameaçam greve

A categoria realizou um apitaço para cobrar uma resposta sobre o reajuste do piso

Redação Portal A8

Os professores do município de Nossa Senhora do Socorro se reuniram na frente do Centro Administrativo da Prefeitura Municipal para cobrar uma resposta sobre o reajuste do piso.

Insatisfeitos com as negociações a categoria já paralisou por duas vezes durante a semana (Foto: Reprodução/ TV Atalaia)
 e realizou um apitaço na manhã desta sexta.

De acordo com os professores, as propostas apresentadas até agora não agradaram. A mais recente, por exemplo, altera a remuneração de um professor de 1.738 reais para 1.782, na proposta do Sintese, que aplica o percentual correto do piso, o valor seria 2.013 reais.

"Estamos indignados e chateados com a proposta de retirada da Prefeitura, além disso ela não respeita a carreira do magistério. Caso eles não sinalizem com uma proposta decente nós vamos decretar greve", afirmou Mara Gama, que faz parte da diretoria do Sintese.

Na prefeitura de Socorro o negociador é o secretário de finanças, Carlos Américo, de acordo com o ele, o município já gasta 82% dos recursos do Fundeb com a folha de pagamento e o aumento seria fora da realidade financeira da Prefeitura. "Um aumento neste nível pode acarretar problemas com a lei de responsabilidade fiscal, mesmo assim vamos estudar outra contra-proposta", declarou.

"O caminho é a redução de vantagens na folha de pagamento, para isso estamos estudando a folha na tentativa de reduzir gratificações e atender o pleito dos professores", afirmou o Carlos Américo que ressaltou. "Até segunda-feira, ao meio dia, vamos apresentar uma resposta em cima do novo pleito", revelou.