Sergipe

24/05/2011 às 07h11

República dos Coronéis - por Adiberto de Souza

Redação Portal A8

O Tribunal de Justiça acatou por unanimidade o parecer da desembargadora Geni Shuster e reformou a decisão do Conselho Especial da Justiça Militar, que havia absolvido o coronel PM Antônio dos Santos. Em 2007, este oficial determinou que o carro da Polícia à sua disposição fosse entregue ao filho e a um colega de faculdade, tendo este último assumido a direção e provocado uma colisão. Denunciado, o coronel foi inocentado pela Justiça Militar, apesar do voto contrário do juiz de Direito Diógenes Barreto. O promotor Jarbas Adelino Júnior recorreu da decisão, tendo a desembargadora se baseado no voto do Juiz Militar para reformar a decisão anterior e condenar o coronel. Na apelação, o promotor afirma que "o que se percebe neste processo e na insustentável sentença absolutória é uma verdadeira República dos Coronéis, onde os oficiais de alta patente tudo podem, relegando às praças (policiais de graduação inferior) os rigores da legislação. Peço licença para, usando um famoso jargão do jornalista Boris Casoy, expor o sentimento que, cremos, permeia toda a corporação: "É uma vergonha".

Confira Blog completo