Sergipe

11/05/2011 às 17h19

Vereador denuncia venda ilegal de casas no bairro 17 de Março

Redação Portal A8

Na sessão desta quarta-feira (11) da Câmara Municipal de Aracaju (CMA) o vereador Jailton Santana (PSC) denunciou que pessoas envolvidas em associações de moradores estão comercializando casas do governo no bairro 17 de Março, conhecido popularmente como Bairro Novo. Segundo o parlamentar, as moradias são destinadas a parcela da população que não possui residência e de baixa renda que esteja cadastrada em programas sociais do governo. Entretanto, representantes das associações do bairro estariam negociando os lotes de casas com pessoas que não estão inseridas nos pré-requisitos.

"Pessoas que moram no Santa Maria e imediações do Bairro Novo, me procuraram para denunciar a prática. Eles me disseram que Russo é um dos envolvidos no esquema e faz a proposta de que pagando R$ 350 o interessado teria participação no lote para receber uma casa. Com mais R$ 800 garantiria uma casa e pagando mais R$ 2 mil ele garantia que a pessoa receberia a casa no próximo lote. Tudo isso sem levar em consideração os pré-requisitos implícitos pelo governo", explicou Jailton.

Diante das denúncias de venda ilegal de lotes, o secretário de Assistência Social do município, Bosco Rollemberg, se pronunciou em nome da prefeitura e revelou não saber das vendas. "Não sabíamos desse procedimento e assim que recebermos a denúncia formal vamos encaminhar para a polícia, pois tanto o vendedor como a pessoa que comprou o imóvel devem ser penalizadas", afirmou.

O secretário também revelou que não houve ingerência política, pois todos os critérios foram cumpridos de forma rigorosa. "A prefeitura também é vítima, pois o programa é muito sério, é por isso que considero essa situação como um caso de polícia", declarou Bosco Rollemberg, que reafirmou a credibilidade do Projeto. "Temos uma conduta transparente e todo usuário tem acesso a lista de contemplados", disse.

Com informações da CMA