Sergipe

03/05/2011 às 13h06

Número de motocicletas quadruplica em Aracaju

Segundo a SMTT o número subiu de 12 mil em 2000 para 50 mil em 2010, um aumento de 415%.

Redação Portal A8

O número de motocicletas em Aracaju quadruplicou nos últimos dez anos, subindo de 12 mil em 2000 para 50 mil em 2010, um aumento de 415%. Os dados foram revelados pela Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT).

De acordo com a SMTT, o crescimento da frota pode ser atribuído ao baixo custo de aquisição, facilitação da forma do pagamento, barateamento da manutenção até o avanço da tecnologia, fatores que popularizaram esses veículos.

Para a SMTT, com o aumento da frota ocorreu como conseqüência um crescimento no índice de acidentes envolvendo motocicletas. Em 2010, de 81 vítimas fatais, 39,5% estavam em veículos de duas rodas; já no primeiro trimestre de 2011, de 24 vítimas fatais, 17 estavam em motocicletas, o que representa 70,83% das vítimas.

"O ideal seria que primeiro as pessoas aprendessem a técnica, e aí sim fossem para o trânsito. Mas não, elas compram uma motocicleta e no outro dia já estão nas ruas", disse o diretor de trânsito da SMTT, major Paulo César Paiva.

"A motocicleta exige muito mais preparo, muito mais capacitação técnica e cuidado do que qualquer outro veículo, sendo 14 vezes mais propensa a acidentes", afirma o major Paiva.

Orientação

Segundo o diretor de trânsito da SMTT, o motociclista deve se comportar de forma previsível. Ele não pode enganar ou surpreender os demais condutores e deve se enunciar com antecedência, pois é isso que vai garantir a sua segurança. "O comportamento no trânsito dos condutores de motocicleta é o que coloca eles em risco", afirma o major. Além disso, o motociclista deve ocupar um espaço na pista que, teoricamente, seria o de um automóvel, localizando-se de modo a ser visto e fazendo com que os demais tenham que o ultrapassar. "Se não tiver conduta previsível, é possível que vire estatística", alerta.

Major Paiva dá algumas dicas para que os motociclistas tenham mais segurança no trânsito, como utilizar sempre farol aceso, pois ele aumenta bastante a capacidade de a motocicleta ser vista; utilizar roupas claras ou de cores vivas, calça com tecido resistente, de preferência de couro ou jeans, utilizar luvas resistentes, blusas de manga comprida e, se possível, jaqueta com cores claras e vivas, além de estar sempre com o capacete, pois ele é determinante no salvamento de vidas em caso de acidente.

Com informações da AAN