Sergipe

24/11/2010 às 09h13

Calote Ecológico - por Adiberto de Souza

Redação Portal A8

Cinco anos após a criação do Parque Nacional da Serra de Itabaiana, o governo federal não pagou, nem disse quando pagará, às famílias que tiveram suas terras desapropriadas em favor da área de conservação. Ocupando uma extensão de 7.966 hectares nas serras de Itabaiana, Comprida e Cajueiros, o Parque foi criado através de Medida Provisória que, segundo as vítimas do ‘devo` ecológico, já teria perdido a validade, sem que o governo federal tivesse reeditado uma outra. Se realmente isso aconteceu, aquela área de conservação já não existe mais legalmente. Para agravar a situação das famílias prejudicadas, de quando em vez, fiscais do Ibama aparecem na área para multar os sitiantes, acusados de depredação. Quer dizer, o sujeito compra suas terras, não paga nada por elas e ainda lhe multa porque você está fazendo uso do que tem na propriedade. Durma com um barulho desses!

Clique aqui e confira Blog completo