Sergipe

09/11/2010 às 07h19

Igrejinha dos diabos! - por Adiberto de Souza

Redação Portal A8


Há anos que o padre Zezinho adverte em sua música para “que ninguém interfira no lar e na vida dos dois” e “que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte”. Só agora, contudo, a Igreja Católica resolveu punir o padre e também cantor Antônio Maria por ter abençoado o casamento do prefeito Sukita, que já tinha casado outra vez, mas não quis continuar vivendo sem nenhum horizonte, tendo procurado outra mulher para ser o seu “céu de ternura, aconchego e calor”. Irada, a Santa Madre Igreja puniu o padre cantor, proibindo-o por cinco anos de fazer qualquer celebração em Sergipe e de ganhar uns ‘trocados’ com seus hows musicais no Estado. A punição ao reverendo serve para mostrar, mais uma vez, que essa Igreja Católica é o diabo, a ponto de achar que, em pleno século XXI, o povo vai se assustar com ameaças de excomunhão. Certos estão os incrédulos, pois podem juntar os trapos quantas vezes desejarem, defender a legalização do aborto, fazer sexo a torto e a direito, usar preservativo, brincar carnaval o ano todo e, o melhor, votar em Dilma Rousseff sem ter que ouvir sermões ultrapassados e decorar ladainhas enfadonhas.

Clique aqui e confira Blog completo