Sergipe

29/10/2010 às 08h34

Passageiros demonstram insatisfação com o transporte público em Aracaju

Redação Portal A8

Cândido Santos da Silva trabalha como vigilante todos os dias. Após o expediente, cansado, ele espera meia hora pelo ônibus que faz a linha do bairro Industrial. Quando o transporte chega, o passageiro ainda enfrenta correria, empurra-empurra e desconforto. O veículo sai lotado em uma cena que se repete todos os dias.

Cândido Alves (Foto:Atalaia Agora )
Ônibus lotado (Foto:Atalaia Agora )

"Pagamos uma passagem muito cara e passamos por muitas dificuldades. É um desgaste isso todos os dias, enfrentar ônibus supertolado depois de um dia de trabalho, cansativo. É terrível, é preciso que melhore as condições dos ônibus em Aracaju", desabafou.

A auxiliar de disciplina de uma escola particular, Lindinalva Freitas, acha constrangedor a qualidade do transporte público. "É constrangimento, ladrão rouba a gente, ônibus fica cheio, a linha mesmo que vai para Atalaia Nova é um incômodo. Fora que a gente tem que esperar meia hora para conseguir pegar um ônibus. Eles atrasam demais, um absurdo", relatou.

Lindinalva Freitas (Foto:Atalaia Agora )

O presidente da Associação dos Moradores do Bairro Industrial, Marcos dos Anjos, explica que a frota de ônibus no bairro Industrial é insuficiente para atender a demanda, principalmente nos horários de pico, das 05 às 10h e das 17 às 19 horas. "Estamos reivindicando por uma ampliação no número de ônibus, atualmente, apenas quatro linhas passam pelo bairro. E é de suma importância que o órgão tome uma providência que facilite o conforto e a segurança no acesso dos passageiros aos ônibus, é o nosso direito, pagamos para isso", disse.

Marcos dos Anjos (Foto:Atalaia Agora )

Resposta da SMTT
Segundo a assessoria da SMTT, embora o horário de pico em qualquer terminal dificulte o acesso dos passageiros aos ônibus, será realizado uma análise da frota que faz a linha do bairro Industrial. "O bairro Industrial é uma das regiões mais bem servidas de transporte público em Aracaju, mas diante das reclamações que surgiram, será feito um estudo para amenizar a situação dos passageiros. Mas pedimos que as pessoas que tiverem alguma reclamação a fazer que realizem um registro oficial na ouvidoria da SMTT, através do contato, 3238-4646.Com o registro, encaminharemos ao setor competente para que sejam tomadas as devidas providências". disse o assessor de comunicação da SMTT, Jairo Alves.