Sergipe

27/10/2010 às 15h21

Sergipana é escolhida para representar o Brasil em intercâmbio

Estudantes de escolas públicas foram selecionados para participar do Programa ‘Jovens Embaixadores`

Redação Portal A8
Camille Mota Lima é aluna dO IFS (Foto: Atalaia Agora)

A Embaixada dos EUA anunciou na última terça-feira (26), os nomes dos 35 estudantes de escolas públicas selecionados para participar do Programa de Intercâmbio Cultural ‘Jovens Embaixadores` 2011. Esta é a 9ª edição do programa, que levará jovens aos Estados Unidos no período de 8 a 27 de janeiro de 2011.

Este ano, Camille Mota Lima, aluna do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Sergipe, foi escolhida para ser a representante de Sergipe. A sua trajetória e interesse pelo inglês vieram ainda na infância, quando sua mãe recebia missionários estrangeiros que desenvolviam trabalhos voluntários numa igreja. Daí, Camille passou a ouvir músicas em inglês pelo rádio e traduzir as letras para aperfeiçoar seus conhecimentos, como também assistia aos filmes sem as legendas.

A aluna estuda pela manhã e aos sábados desenvolve o trabalho voluntário que, dentre outras coisas, tem a preocupação de "resgatar" jovens que usam drogas - mostrando através de peças teatrais e trabalhando temas direcionados ao problema - juntamente com os jovens da comunidade que já participam de campanhas para a construção da igreja da localidade.

Programa

O Programa Jovens Embaixadores é uma iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos, com o apoio da ONG Companheiros das Américas para jovens de destaque na rede pública brasileira de ensino e que tenham perfil de liderança e de responsabilidade social.

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) - através do Departamento de Educação/Serviço de Ensino Médio - anualmente, mobiliza, recebe e seleciona inscrições de estudantes da rede pública de ensino, conforme critérios previamente estipulados pela Embaixada dos Estados Unidos.

Após o processo de análise e avaliação da documentação enviada pelos candidatos, os alunos são selecionados para fazer o exame escrito. Desse universo, são pré-classificados e convocados para a entrevista oral aqueles com melhor desempenho, os quais recebem uma visita de técnicos do Departamento de Educação, com o objetivo de avaliar a situação sócio-econômica deles. Os três candidatos semifinalistas concorrerão a 35 vagas das Unidades Federadas do Brasil.

Objetivos

O programa Jovens Embaixadores também objetiva ampliar o conhecimento geral e expandir os horizontes acadêmicos e profissionais dos participantes; melhorar suas habilidades em língua inglesa, bem como oferecer uma oportunidade de conhecer o dia a dia de uma família americana e das "high schools" nos Estados Unidos, além de transformar os jovens "embaixadores" na projeção de uma imagem positiva sobre o Brasil nos EUA.

 

Fonte: ASN