Sergipe

21/10/2010 às 07h11

Trabalhadores da saúde de São Cristóvão mantém indicativo de greve

Redação Portal A8

Os trabalhadores da saúde de São Cristóvão podem paralisar as atividades nesta quinta-feira, (21). Nesta manhã, a classe se encontra reunida em assembléia no conjunto Rosa Elze onde uma proposta apresentada pelo Governo do Estado está sendo avaliada pela categoria, que é formada por auxiliares, técnicos de enfermagem, agentes de Saúde e assistentes de consultórios odontológicos.   

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sintasa), os trabalhadores vem tentando negociar com o município o reajuste dos servidores de 5,5% e melhores condições de trabalho nas unidades de saúde, mas até agora a situação permanece a mesma."O indicativo de greve é só o começo. Caso a proposta apresentada hoje não seja satisfatória para a classe, faremos a paralisação", disse o presidente do Sindicato, Augusto Couto.

Na última sexta-feira,(15), depois de uma assembléia da categoria, ficou decidido uma reunião com os quase 500 servidores para votar a greve geral."Tivemos uma reunião com o promotor do Ministério Público, Fábio Pinheiro, e nada foi resolvido. Estamos há dois anos cobrando melhorias para o atendimento da população, mas até agora nada se resolve", concluiu Augusto Couto.

Com informações do Sintasa