Sergipe

27/08/2010 às 18h46

Representantes da Polícia Civil e OAB se unem para combater Corrupção Eleitoral

Redação Portal A8

Na tarde desta quinta-feira (26) a Polícia Civil de Sergipe oficializou a adesão ao Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) idealizado pela Ordem dos Advogados do Brasil em todo o País. O superintendente da Polícia Civil, João Batista Santos Júnior, esteve pessoalmente na sede administrativa da OAB-SE, onde foi recebido pelo presidente estadual da ordem, Carlos Augusto Monteiro Nascimento.

"Nossa visita hoje é de cortesia e de anúncio da adesão da instituição Polícia Civil a este importante movimento. Vamos levantar essa bandeira e juntamente com a Polícia Federal e com o Ministério Público Federal atuaremos durante o processo eleitoral tanto na capital Aracaju como nas cidades do interior de Sergipe. A nossa adesão é uma comprovação de que nossa instituição é perene e independente", destacou Batista.

João Batista disse, ainda, que o planejamento da Polícia Civil a ser implantado durante o processo eleitoral 2010 já foi formatado e será posto em prática pelas coordenadorias da Polícia Civil da capital e do interior. No dia das eleições serão instalados postos de fiscalização com a presença de policiais civis e delegados que irão desenvolver suas atividades, dando apoio ao trabalho da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. "Vamos trabalhar dando apoio a PF e buscaremos possíveis indícios de crimes eleitorais, dando robustez ao trabalho desenvolvido pelo MPF".

O Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral foi lançado em Sergipe no dia 11 de agosto. O presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante, esteve presente ao ato. O movimento conta com a parceria da Igreja Católica, através do Conselho Nacional do Laicato do Brasil (Conal), e do Conselho Regional de Contabilidade e outras instituições. "Muitas entidades já estão se mobilizando em apoio à iniciativa da OAB/SE no combate à Corrupção Eleitoral. Já visitamos magistrados, promotores, procuradores federais e membros da Polícia Federal, ganhando apoio a esta iniciativa", salientou o presidente Carlos Augusto.

O Comitê Nacional do Movimento de Combate à Corrupção é composto por 46 entidades cuja atuação se estende por todo o Brasil. Com sede em Brasília, é ele quem acompanha de perto a atuação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e mantém contato com os responsáveis pela adoção de medidas que favoreçam a lisura do processo eleitoral em todo o Brasil. Ao Comitê Nacional compete acompanhar a criação e a manutenção dos trabalhos dos Comitês Estaduais do MCCE.

Além do superintendente João Batista, participaram da visita à sede da OAB-SE a coordenadora da capital da Polícia Civil, Katarina Feitoza, o corregedor da Polícia Civil, Carlos Frederico Muricy, o diretor da Academia de Polícia Civil (Acadepol), Abelardo Inácio, o coordenador operacional da Polícia Civil do interior, Jonathas Evangelista e o delegado do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV), Alessandro Vieira

 

Fonte: SSP/SE