Sergipe

14/08/2010 às 16h58

Case esclarece denúncia de usuário

Com base na denúncia feita sobre atraso na entrega de cadeiras para deficientes o Case esclarece

Redação Portal A8

Além de enfrentar dificuldades diariamente quanto a acessibilidade em ruas, transportes públicos e estebelecimentos em Aracaju, o deficiente Abraão Vitolino Pereira de 25 anos, ainda precisa clamar às autoridades por uma cadeira encomendada pelo Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (CASE) no primeiro semestre.

Abraão Ferreira (Fonte:Atalaia Agora)

 

Segundo Abraão, o prazo de entrega das cadeiras para deficientes está atrasado há mais de quatro meses. "Eu já fui lá várias vezes e o que eles me pedem é para eu esperar, mas não dão nenhum retorno ou ninguém toma providência. Minha cadeira está debilitada, sofro em transportes públicos e estou vendo a hora de ficar sem ela. Se ficar desse jeito não sei como vai ser porque a minha cadeira é as minhas pernas e sem elas, eu não faço nada", relatou Abraão.
Ele cobra resposta das autoridades e segundo ele, outros cadeirantes reclamam também quanto ao atraso de entrega das cadeiras.

Resposta do CASE
Com base na denúncia feita, o Centro de Atenção à Saúde de Sergipe (Case) esclarece que o usuário recebeu a primeira cadeira no dia 8 de agosto de 2008. Conforme registrado no Case, a segunda foi solicitada no dia 28 de maio de 2010 e não há mais de quatro meses como é informado.

O órgão informa também que vem tomando medidas para evitar possíveis problemas de desabastecimento, inclusive conseguiu modificar a portaria que regulamenta o processo de aquisição de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção (OPMs).

No caso específico do jovem Abraão Vitolino Pereira, no prazo de uma semana, a direção do Case determinará a ida de um profissional de fisioterapia à residência do usuário para avaliar as condições da cadeira de rodas e ratificar a necessidade de troca.