Sergipe

10/08/2010 às 11h24

Cantoria, versos e viola

Redação Portal A8

Quatro violeiros sergipanos: Muskito, Sena, Joaquim Ferreira e Nino Karvan se reunirão no próximo dia 20 de agosto, a partir das 21h, no antigo restaurante o Paiol (antes do terminal da Atalaia), para a Cantoria, versos e viola. "Há dez anos realizávamos algumas cantorias através desse projeto e, agora, decidimos que era o momento de retomarmos esse tipo de produção", afirma o músico Joaquim Antônio, lembrando que o Cantoria, versos e viola está na contramão de um sistema complexo.

"Vivemos em uma sociedade de consumo. A comodificação de bens materiais e imateriais faz parte de uma indústria que alguns teóricos chamam indústria cultural. As novas gerações sofrem pela falta de acesso a produções de qualidade, uma vez que são orientadas, em sua grande maioria, pelos meios de comunicação de massa. Como a chamada cantoria não está na agenda das grandes corporações de mídia, priva-se, dessa forma, uma boa parcela da sociedade do acesso à produção dos chamados Cantadores do Sertão Brasileiro", comenta o Joaquim Ferreira.

Segundo os coordenadores da cantoria, essa edição do projeto está sendo retomada com toda boa energia, no sentido de trazer novamente à cena musical sergipana a produção de grandes músicos, violeiros, rabequeiros, enfim, de todas as pessoas que possam contribuir para uma maior reflexão e produção da nossa cultura da região do semi-árido do Brasil, que vai do Ceará até o Norte de Minas. Para Joaquim, Sergipe é um estado privilegiado geograficamente nesse contexto de produção musical, pois está no centro desse mapa cultural e há uma grande troca com músicos de várias áreas dessa vasta região chamada sertão brasileiro. "Eu tenho uma lista grande de amigos que querem participar de cantorias",diz animado o violeiro Sena, que há mais de vinte anos vem participando de inúmeras cantorias.

Nessa edição do Cantoria, versos e viola participarão também o poeta popular João Brasileiro, o percussionista Tom Toy e os violeiros convidados Josino Medina (Vale do Jequitinhonha), Dinho Oliveira (Vitória da Conquista) e Paulinho de Jequié. Finalizando a programação da noite, haverá animado forró pé de serra com a banda Casaca de Couro.