Sergipe

21/04/2010 às 16h19

Velório de policial é marcado por tristeza e dúvidas sobre o motivo do crime

Redação Portal A8

Em um clima de muita tristeza foi velado da manhã desta quarta-feira (21) o corpo do sargento Genilson de Jesus Menezes, 45 anos, morto após tentar evitar um assalto. O velório foi na casa do sargento, no conjunto Marcos Freire, Nossa Senhora do Socorro. O policial militar morreu com um tiro no peito que perfurou os pulmões.

De acordo com as primeiras informações da polícia, o sargento Genilson estava acompanhado de outro policial, o cabo Valtênisson, os dois teriam flagrado uma tentativa de assalto e com uma moto perseguiram os bandidos. Na altura da rua Manoel Preto, no bairro Industrial, os policiais encontraram os suspeitos e se identificaram. Mesmo sem ter mostrado as armas, os ladrões foram mais rápidos e disparam contra a dupla de militares.

A polícia também segue outra linha de investigação. Existe a possibilidade do crime ter sido premeditado, pois algumas testemunhas informaram que um homem foi pedir ajuda ao cabo Valtênisson para prender um assaltante. O policial militar se dirigiu até uma casa de jogos onde o sargento Genilson fazia a segurança e pediu que o mesmo lhe acompanhasse. Os dois saíram em uma moto e no meio do caminho foram surpreendidos por vários disparos.