Sergipe

20/04/2010 às 18h16

Quadrilha que manteve vereador como refém é presa

Redação Portal A8

Na tarde desta segunda-feira (19) cinco integrantes de uma quadrilha que roubava veículos nos municípios de Barra dos Coqueiros, Aracaju, Itaporanga D`Ajuda, Nossa Senhora das Dores, Aquidabã e Carmópolis, foi desarticulada por policiais da Divisão de Roubos e Furtos de Veículos, com apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol). No dia 13 de abril, na cidade de Carmópolis, em um dos assaltos foi roubado o carro do vereador Gladson Garcia Araújo que foi feito de refém por várias horas.

Os acusados fugiram após o Fiat Stilo da vitima ficar atolado no município de Riachuelo. O vereador que estava com um saco plástico na cabeça foi obrigado a deixar o carro e sair correndo, sendo socorrido por moradores do povoado Central, em Riachuelo. De acordo com o delegado Marcelo Cardoso, eles escolheram a vitima aleatoriamente e não sabiam que se tratava inicialmente de um vereador. "Somente, após render a vítima é que eles encontraram uma carteira da Câmara de Vereadores de Carmópolis e passaram a cogitar a possibilidade de pedir R$ 10 mil de resgate ao pai do vereador", explicou o delegado.

Quando o carro da vítima atolou os acusados mudaram os planos e acabaram deixando-a para trás. Este crime foi registrado no dia 13 de abril, porém a atuação da quadrilha começou a ser investigada no dia 12 de março deste ano após um assalto a uma residência no povoado Capuã, município da Barra dos Coqueiros. Na oportunidade, eles roubaram objetos pessoais e o veículo da família.

Na operação desta segunda-feira (19) foram presos José Helcimar de Souza Filho, 40 anos, o ‘Gordo`, Kerlisson Gabriel Vieira Santos, 21, conhecido como ‘Social`, Diego da Silva, 24, o ‘Dentinho`, Geovane Cardoso Pereira, 25, e Paulo César da Silva Oliveira, 36. Eles são todos sergipanos e moram nos bairros Lamarão, Soledade e Santos Dumont, zona norte de Aracaju. No momento da prisão, eles foram localizados nos bairros Santos Dumont e Lamarão. Um sexto integrante da quadrilha continua foragido, mas já foi identificado.

O último assalto praticado pela quadrilha foi realizado por volta das 6h30 desta segunda-feira a um comerciante do conjunto Bugio, na zona oeste da capital. Eles levaram R$ 6 mil e na fuga roubaram uma motocicleta Honda Tornado. "Os acusados tinham informações privilegiadas sobre as pessoas a quem pretendiam assaltar. Com esses informes, passavam a planejar assaltos às residências, a sítios e até fazendas de vários municípios do Estado", disse o delegado.

Cardoso explica que os assaltantes recolhiam os objetos de valores e em seguida colocava tudo dentro do carro das vítimas. "Mais adiante transportava esses objetos para o carro de outro comparsa que havia passado à informação", destacou Marcelo Cardoso, lembrando que os acusados dirigiam táxis de lotação aqui em Aracaju e detinham informações privilegiadas por causa da profissão.

Com os assaltantes, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, vários celulares, R$ 800 em dinheiro, três veículos Santana, que eram utilizados para transportar os assaltantes, além de objetos pessoais das vitimas. Marcelo Cardoso acredita que os acusados trocavam os objetos de valores por crack e outras drogas.

Com informações da SSP